Covid-19: famosos apoiam médica capixaba em desabafo: "Criminosos"

A médica e pesquisadora da Fiocruz Margareth Dalcolmo se emocionou ao falar do atraso do envio da vacina ao Brasil em cerimônia no Rio de Janeiro e artistas apoiaram o protesto da capixaba

Publicado em 22/01/2021 às 10h36
A médica Margareth Dalcolmo, cientista e pesquisadora da Fiocruz
A médica Margareth Dalcolmo, cientista e pesquisadora da Fiocruz. Crédito: Reprodução/Twitter

Margareth Dalcolmo, médica cientista e pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), viralizou nas redes sociais com um desabafo em que se emociona ao falar sobre o atraso no envio das vacinas contra a Covid-19 ao Brasil. 

O discurso filmado da médica capixaba, que se tornou uma das maiores autoridades do coronavírus no País durante a pandemia, foi feito na última terça (19) em uma cerimônia de entrega do Prêmio São Sebastião da Cultura, no Rio de Janeiro. 

Margareth acabou caindo no choro durante sua fala e não poupou críticas aos políticos brasileiros. O discurso acabou sendo compartilhado, até, pela classe artística. 

“O que pode justificar, neste momento, que o Brasil não tenha as vacinas disponíveis para sua população? É absolutamente injustificável. Não há nada, nenhuma explicação, que possa justificar isso", disse. 

O ator Paulo Gustavo foi um dos primeiros que compartilhou a gravação. No Instagram, escreveu: "Que absurdo! Que vergonha tudo isso que a gente está vivendo!". A atriz Fiorella Mattheis concordou com o humorista: "Que país é esse?". Monica Iozzi também protestou: "Criminosos". 

Coronavírus Covid-19 celebridades Famosos

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.