ASSINE

Cine Fire: a história de um capixaba no Oscar

Lorenzzo De Angeli conta sobre a sua participação nos bastidores da maior premiação do cinema em 2007

Publicado em 27/01/2020 às 20h07
Atualizado em 28/01/2020 às 12h04
Lorenzzo De Angeli, o capixaba que trabalhou no Oscar 2007. Crédito: Arquivo Pessoal
Lorenzzo De Angeli, o capixaba que trabalhou no Oscar 2007. Crédito: Arquivo Pessoal

Com o Oscar 2020 mais perto, a equipe do Cine Fire resolveu ir mais a fundo no assunto e chamou um capixaba que participou da festa. Sem Erik Oakes, que sai de férias nesta semana, Gustavo Cheluje, Rafael Braz e Pedro Permuy receberam Lorenzzo De Angeli, que conta tudo o que viu nos bastidores da maior festa do cinema em 2007.

O capixaba Lorenzzo De Angeli trabalhou nos bastidores do Oscar 2007, em Hollywood. Crédito: Arquivo Pessoal
O capixaba Lorenzzo De Angeli trabalhou nos bastidores do Oscar 2007, em Hollywood. Crédito: Arquivo Pessoal

O Directors Guild of America Awards (DGA), cujo o prêmio principal foi para o filme "1917", também foi assunto na roda de conversa do Cine Fire. Clique no play para ouvir ou clique aqui e escolha a sua plataforma preferida para escutar o podcast.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.