ASSINE

Bolsonaro diz que emprestou Granja do Torto para Guedes morar

Desde o início do governo, o ministro mora em um hotel em Brasília. Em tempos de coronavírus, ele está no Rio de Janeiro

Publicado em 27/03/2020 às 21h00
Atualizado em 27/03/2020 às 21h00

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta sexta-feira (27) que ofereceu a Granja do Torto para o ministro Paulo Guedes (Economia) morar temporariamente, durante o período da crise do coronavírus.

Ministro Paulo Guedes anuncia medidas do grupo de monitoramento dos impactos do COVID-19 pandemia
Ministro Paulo Guedes, que tem 70 anos, pode ficar em uma das residências oficiais da Presidência da República durante a pandemia de coronavírus . Crédito: Albino Oliveira/Ministério da Economia

"Eu não sei se [Guedes] já voltou para cá [Brasília]. Ele vai morar no Torto, eu espero que não sofra crítica de vocês [imprensa]. Problema de hotel aqui, hotel fechado. Eu ofereci para ele morar no Torto. Ele falou que topa, não tem nenhum impedimento", disse o presidente, na chegada do Palácio da Alvorada.

Desde o início do governo, o ministro mora em um hotel em Brasília.

A última vez que Guedes despachou de Brasília foi no dia 19 de março, uma quinta-feira. Desde então, ele tem trabalhado de sua residência no Rio de Janeiro.

O ministério da Economia informou que, em 18 de março, o chefe da equipe econômica realizou o exame para o Covid-19. O resultado deu negativo.

Embora o vírus não tenha sido detectado, o ministro passou a despachar por videoconferência por cautela. A decisão foi tomada porque ele tem 70 anos e, portanto, está no grupo de risco da doença.

RESIDÊNCIA OFICIAL

Com características de casa de campo, a Granja do Torto é uma das residências oficiais da Presidência da República.

Ela costuma ser usada como moradia por presidentes eleitos durante o período de transição.

O último presidente da ditadura militar, João Figueiredo, morou na propriedade entre 1979 e 1985.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também morou temporariamente no local, devido a uma reforma no Palácio da Alvorada. Além disso, o petista costumava usar a casa de campo para eventos nos fins de semana.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.