ASSINE

BNDES homologou escolha de consórcio para estudos de privatização dos Correios

Nove consórcios participaram da seleção iniciada em maio

Publicado em 22/08/2020 às 13h04
Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)
Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Crédito: Arquivo | Agência Brasil

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) comunicou, em nota, que homologou na última quinta-feira, 20, o consórcio Postar como vencedor do processo de seleção para realização dos estudos que indicarão alternativas de parceria com a iniciativa privada para gestão dos Correios. O grupo é formado por Accenture do Brasil Ltda e Machado, Meyer, Sendacz, Opice e Falcão Advogados. Atualmente o serviço é prestado pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT).

Nove consórcios participaram da seleção iniciada em maio. Os três grupos mais bem colocados na primeira etapa, que incluiu análise da qualidade técnica dos participantes e do preço ofertado por cada um, foram convocados para apresentação de nova proposta comercial. O Postar apresentou o menor preço: R$ 7,89 milhões.

O consórcio fará os estudos que indicarão as alternativas de desestatização para o setor postal e embasarão a decisão do Governo, apontou o BNDES.

Os estudos serão coordenados pelo BNDES com a supervisão do Comitê Interministerial formado por integrantes dos Ministérios da Economia e Comunicações e da própria ECT.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Economia Correios Privatização

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.