ASSINE
Graduado em Economia pela Ufes, com MBA em Gestão Financeira e Controladoria pela FGV e pós-graduando em Negócios Digitais pela USP. Atua há 14 anos no setor bancário e atualmente ocupa o cargo de Superintendente de Meios de Pagamento, Investimentos e Inovação do Banestes

Conheça as principais linhas de crédito para produtor rural e como contratar

Produtor Rural pode ter acesso a crédito com taxa de juros a partir de 5% ao ano, para investir em novos equipamentos e animais ou custear matéria-prima para o cultivo. Podem ainda utilizar os recursos para comercializar e industrializar a produção

Vitória
Publicado em 05/07/2022 às 09h51

O Crédito Rural tem como principal objetivo fomentar o desenvolvimento econômico e social do setor rural. Os recursos concedidos pelas instituições financeiras podem ser utilizados pelos produtores de diversas maneiras em sua propriedade. Por exemplo, podem investir em novos equipamentos e animais ou custear matéria-prima para o cultivo. Podem ainda utilizar esses recursos para comercializar e industrializar a produção.

Entre os principais programas do governo estão o Pronaf – Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar e o Pronamp - Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural. Para o enquadramento em cada programa é necessário levar em consideração a finalidade do recurso e a classificação do produtor rural conforme a Receita Bruta Agropecuária Anual (RBA). Atualmente, os parâmetros de classificação do produtor são:

  • Pequeno produtor: até R$ 500 mil;
  • Médio produtor: de R$ 500 mil até R$ 2,4 milhões;
  • Grande produtor: acima de R$ 2,4 milhões.

QUEM PODE CONTRATAR?

  • Produtores rurais (pessoa física ou jurídica);
  • Cooperativas de produtores rurais;
  • Pessoas físicas ou jurídicas envolvidas com pesquisas e outros serviços agropecuários.
A cooperativa capixaba deve manter o crescimento dos repasses na carteira de crédito rural acima dos 40% ao ano
Produtor Rural pode ter acesso a crédito com taxa de juros a partir de 5% ao ano. Crédito: Governo federal/Andrii Yalanskyi

QUAIS SÃO AS TAXAS E PRAZOS DAS PRINCIPAIS LINHAS DE CRÉDITO RURAL?

  • Custeio agrícola e e pecuário – PRONAF - Pequeno produtor
  • Taxas: 5% a.a. a 6% a.a. (conforme a cultura)
  • Prazo: até 24 meses
  • Custeio agrícola e pecuário - PRONAMP - Médio Produtor
  • Taxas: 8% a.a.
  • Prazo: até 24 meses
  • Custeio agrícola e pecuário - Demais produtores
  • Taxas: 12% a.a.
  • Prazo: até 24 meses
  • Custeio Agrícola para a cultura do café - Funcafé
  • Taxas: 11% a.a.
  • Prazo: até 14 meses
  • Capital de Giro - Indústrias de Torrefação de Café e Cooperativas de Produção
  • Taxas: 11% a.a.
  • Prazo: até 24 meses
  • Investimento agrícola e pecuário - PRONAMP
  • Taxas: 8%
  • Prazo: até 7 anos, conforme projeto técnico a ser apresentado

COMO CONTRATAR?

O primeiro passo é buscar orientação em uma instituição financeira autorizada a operar com Crédito Rural. Será necessário comprovar a atuação como produtor rural de maneira formal. Porém, não é necessário ser dono do imóvel rural. O contrato de parceria agrícola ou arrendamento habilita o proponente.

Para a liberação do crédito, algumas regras mais específicas podem variar conforme a instituição financeira escolhida. No entanto, algumas exigências devem ser cumpridas, como por exemplo:

  • Comprovação da idoneidade do tomador do empréstimo;
  • Apresentação de orçamento, plano ou projeto agrícola e/ou pecuário;
  • Oportunidade, suficiência e adequação dos recursos;
  • Observância de cronograma de utilização e de reembolso;
  • Fiscalização pelo financiador;
  • Liberação do crédito diretamente aos agricultores ou por intermédio de suas associações formais ou informais, ou por organizações cooperativas;
  • Observância das recomendações e restrições do zoneamento agroecológico.

Para informações mais detalhadas sobre o enquadramento nos programas e as características das principais linhas de Crédito Rural, procure o seu gerente bancário, que poderá esclarecer suas eventuais dúvidas.

Este vídeo pode te interessar

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Agronegócio Café capixaba Vicente Duarte dinheiro Investimentos Crédito Pecuária Agropecuária

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.