ASSINE

Hospital do ES abre ambulatório pós-Covid e aprimora protocolos

Santa Rita inicia acompanhamento de pacientes com síndrome pós-Covid 19 e aprimora protocolos de segurança para cirurgias e atendimento em geral

  • Hospital Santa Rita

  • Estúdio Gazeta

    O Estúdio Gazeta é o time de produção de conteúdo para anunciantes da Rede Gazeta, com estrutura independente da Redação de A Gazeta/CBN.
Publicado em 16/06/2021 às 11h13
Voltado para atendimento particular e por convênios, o ambulatório funciona de segunda a quinta-feira, das 8h às 18h, e na sexta-feira, das 08h às 17h.
Voltado para atendimento particular e por convênios, o ambulatório funciona de segunda a quinta-feira, das 8h às 18h, e na sexta-feira das 8h às 17h. Crédito: Hospital Santa Rita/Divulgação

As pessoas que tiveram Covid-19 e ficaram com sequelas provocadas pela doença ou apresentam a chamada Síndrome Pós-Covid vão poder contar com acompanhamento médico especializado no novo ambulatório do Hospital Santa Rita, em Vitória. O espaço vai ser aberto na segunda-feira (14).

Voltado para atendimento particular e por convênios, o ambulatório de acompanhamento de pacientes após a alta hospitalar e de Síndrome Pós-Covid vai funcionar de segunda a quinta-feira, das 8h às 18h, e na sexta-feira das 8h às 17h.

De acordo com o médico responsável pelo serviço, Marcos Rangel, a pessoa que apresentar algum tipo de sintoma residual do novo coronavírus, como fadiga, falta de ar, dor no peito, dores de cabeça, dores musculares, tontura, perda de paladar e olfato, insônia, depressão, entre outros, que não possuía antes da doença, pode procurar o Ambulatório Pós-Covid. No local, o paciente será avaliado por um especialista em Clínica Médica e, caso necessário, será direcionado para acompanhamento com outra especialidade médica ou uma equipe multiprofissional, além de receber encaminhamento para a realização de exames.

A iniciativa foi tomada para oferecer o melhor, mais assertivo e ágil tratamento para quem foi contaminado com o vírus, apresentou a doença e ficou com sintoma residual.

CIRURGIAS E ATENDIMENTOS MAIS SEGUROS

Além do ambulatório pós-Covid, para oferecer ainda mais segurança aos pacientes e equipe profissional, o Santa Rita vem reforçando e aperfeiçoando seus protocolos de atendimento. De acordo com o diretor-geral da instituição, Carlos Clayton Lobato, “o paciente encontra no hospital qualificação profissional em todos os níveis de atendimento e a segurança de protocolos que são atualizados constantemente e seguem um rigoroso padrão de qualidade. O objetivo é de garantir as medidas de prevenção contra o vírus da Covid-19 e outros que possam causar infecções ou qualquer problema de saúde.”

Ainda segundo Lobato, recentemente o Santa Rita foi certificado, conquistando o nível máximo de excelência auditado pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). Ele acrescenta que, para a segurança de todos, as áreas são separadas, as equipes e os fluxos são distintos e, nesse período de pandemia, os casos suspeitos ou confirmados de Covid-19 são atendidos isoladamente. Todo o trabalho desenvolvimento é para fazer com que os pacientes recebam tratamento seguro e eficaz.

Para oferecer ainda mais segurança aos pacientes e equipe profissional, o Hospital Santa Rita vem reforçando e aperfeiçoando seus protocolos de atendimento.
Para oferecer ainda mais segurança aos pacientes e equipe profissional, o Hospital Santa Rita vem reforçando e aperfeiçoando seus protocolos de atendimento. Crédito: Hospital Santa Rita/Divulgação

“No caso das cirurgias eletivas, que são procedimentos considerados não emergenciais, porém, muito importantes e necessários, adotamos todas as medidas de segurança. Portanto, o paciente que tiver qualquer dúvida quanto à realização de uma cirurgia eletiva deve conversar com o seu médico e não se precipitar e adiar o procedimento por conta própria. O médico, melhor do que ninguém, saberá orientar sobre a realização ou não de uma cirurgia nesse período de pandemia. Isso porque, além dos fatores de segurança nos protocolos hospitalares, é preciso avaliar o risco em adiar um procedimento cirúrgico”, esclarece Lobato.

ALGUNS PROTOCOLOS DE SEGURANÇA PARA CIRURGIA ELETIVA ADOTADOS NO SANTA RITA

  • Triagem de informações frente à Covid-19, no pré-operatório.
  • Centro Cirúrgico com filtros de purificação do ar.
  • Uso de filtro HEPA (High Efficiency Particulate Air) em todos os carros de anestesia nos ramos inspiratórios e expiratórios, bem como instalação de filtro no sistema de vácuo nas salas de cirurgia.
  • Elevador exclusivo para pacientes não diagnosticados com Covid-19.
  • Protocolo exclusivo para transporte de paciente com Covid-19 nas dependências do Hospital.
  • Sala de cirurgia exclusiva e preparada para atendimento aos casos suspeitos ou confirmados de Covid-19.
  • Setor exclusivo para pacientes em pós-operatório de cirurgias eletivas.
  • Limpeza e desinfecção frequentes dos ambientes do centro cirúrgico.
  • Fornecimento de EPI para todos os integrantes das equipes que trabalham no Hospital.
  • Treinamento constante seguindo o protocolo de Covid-19 para equipe de enfermagem e orientações ao corpo clínico.
  • Aumento na frequência de limpeza e desinfecção dos ambientes do Centro Cirúrgico e de todo o Hospital.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Saúde Saúde Hospital Santa Rita de Cássia

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.