ASSINE

Hospital do ES investe em um novo conceito de atendimento

Santa Rita investe em tecnologia, segurança e conforto para o paciente, fortalecendo a humanização do atendimento médico-hospitalar

  • Hospital Santa Rita

  • Estúdio Gazeta

    O Estúdio Gazeta é o time de produção de conteúdo para anunciantes da Rede Gazeta, com estrutura independente da Redação de A Gazeta/CBN.
Publicado em 20/05/2021 às 19h22
Equipe cirúrgica no Complexo de Medicina Robótica e Alta Tecnologia utiliza o robô Da Vinci Xi
Equipe cirúrgica no Complexo de Medicina Robótica e Alta Tecnologia utilizando o robô Da Vinci Xi. Crédito: Arquivo Hospital Santa Rita

Além de referência no tratamento de câncer e detentor do maior complexo oncológico do Espírito Santo, o Santa Rita se consagra como um Hospital Geral de Grande Porte, com equipamentos de última geração e pioneiro na estruturação do Complexo de Medicina Robótica e Alta Tecnologia, onde estão o robô Da Vinci Xi (plataforma cirúrgica de última geração) e o microscópio neurocirúrgico Zeiss Kinevo 900 – Pacote Premium (o mais completo do mundo).

O Santa Rita também é o hospital capixaba pioneiro na utilização do RAPID – software de inteligência artificial que auxilia a equipe médica nas avaliações de Acidente Vascular Cerebral (AVC), e na aquisição da Impressora 3D de órteses para o desenvolvimento de peças em substituição ao gesso nas imobilizações articulares.

Segundo o diretor geral do Santa Rita, Carlos Clayton Lobato, o hospital possui uma equipe profissional altamente capacitada e especializada que conta com um moderno parque tecnológico para atender as mais diversas especialidades médicas na área oncológica e não oncológica. 

Carlos Clayton Lobato

Diretor geral do hospital Santa Rita

"São equipamentos de última geração que, somados ao nosso atendimento humanizado e ao serviço de hotelaria diferenciada, resultam na melhor atenção médico-hospitalar"
Equipe de neurocirurgia em procedimento com o microscópio Kinevo 900
Equipe de neurocirurgia em procedimento com o microscópio Kinevo 900. Crédito: Arquivo Hospital Santa Rita

NOVOS INVESTIMENTOS

Lobato anuncia que o hospital está com novos investimentos em curso, como o Complexo Materno Infantil Santa Rita; o Complexo Cardioneurovascular e o Complexo de Diagnóstico Avançado, com novos equipamentos para tomografia com inteligência artificial.

O Complexo Materno Infantil Santa Rita será um ambiente acolhedor, preparado para receber mães e bebês com todo conforto, tecnologia e profissionais qualificados para tornar a estada mais segura e confortável. O atendimento aos casos de cardiopatias congênitas reunirá especialistas capacitados para diagnosticar problemas estruturais no coração do bebê ainda dentro do útero materno e realizar procedimentos logo nas primeiras horas após o parto, para salvar a vida do bebê.

Já o Complexo Cardioneurovascular contará com especialistas em cardiologia, neurologia e cirurgia vascular. Dessa forma, adianta Lobato, o paciente será avaliado, acompanhado e tratado de forma interdisciplinar e plena em todos os momentos, quer seja no Pronto-Socorro, UTI Cardioneurovascular, Hemodinâmica, Centro Cirúrgico, apartamentos e consultórios. São especialidades afins que atuarão em conjunto para aumentar, ainda mais, a eficiência do atendimento médico-hospitalar.

E o Complexo de Diagnóstico Avançado será um local com equipamentos que possuem inteligência artificial para proporcionar o melhor e mais assertivo diagnóstico, agilizando a definição médica do tratamento a ser adotado. Tomógrafos computadorizados com inteligência artificial estão previstos para chegar ainda neste primeiro semestre.

UTI Neonatal do Complexo Materno-Infantil Santa Rita. Projeto está em finalização
UTI Neonatal do Complexo Materno-Infantil Santa Rita. Projeto está em finalização. Crédito: Arquiteta Luciana Mameri

O PACIENTE NO CENTRO DO CUIDADO

A presidente da Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer (Afecc), mantenedora do Hospital Santa Rita, Marilucia Dalla, chama a atenção para o fato de, no Santa Rita, o paciente sempre estar no centro do cuidado. “Implantamos um novo conceito hospitalar para que a estada do paciente seja mais agradável e confortável enquanto estiver sob os nossos cuidados”, informa.

Marilucia Dalla

Presidente da Afecc, mantenedora do Hospital Santa Rita

"Implantamos um novo conceito hospitalar para que a estada do paciente seja mais agradável e confortável enquanto estiver sob os nossos cuidados"

Ela acrescenta que todas as ações de infraestrutura e performance das equipes são planejadas com foco na humanização, “o que nos enche de orgulho, inclusive por sermos um hospital filantrópico, com mais de 80% do atendimento voltado aos pacientes do SUS em tratamento oncológico, mas que também atendemos a convênio e particular. Somos uma unidade que presta serviços de qualidade em todas as suas frentes de atendimento”, conclui Marilucia.

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta

A Gazeta integra o

Saiba mais
Saúde Sistema Único de Saúde (SUS) medicina plano de saúde Saúde Hospital Santa Rita de Cássia

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.