ASSINE
Bia Brunow é uma jornalista que virou cozinheira. Por aqui vamos ter muita cozinha afetiva, viagens e histórias contadas entre uma garfada e outra

É mais do que arroz com feijão, é baião de dois! Veja receita

Bastante tradicional no Norte e no Nordeste, o prato tem conquistado mais espaço em cardápios de outras regiões do Brasil

Publicado em 28/07/2021 às 11h50
Baião de dois, por Bia Brunow
Carne de sol é uma boa opção para acompanhar o baião de dois. Crédito: Bia Brunow

Tradicional nas regiões Norte e Nordeste, o baião de dois tem feito parte, cada vez mais, de cardápios pelo Brasil afora. Lembro-me com muita clareza da primeira vez que comi e me apaixonei pela versão cremosa do chef Rodrigo Oliveira, do restaurante Mocotó (SP), convidado de uma das edições do evento Soeta Recebe, em Vitória.

Desde então, tento aprimorar minhas receitas como posso. Inclusive, servi minha versão de baião de dois em uma das provas eliminatórias do reality "The Taste Brasil", do qual fui finalista em 2019, e tive uma excelente resposta dos jurados. Quer conferir a receita? É só seguir o passo-a-passo:

BAIÃO DE DOIS DA BIA

  • Rendimento: 8 porções
  • Tempo de preparo: 1h30
  • Dificuldade: média

INGREDIENTES:

  • 500g de carne-seca dessalgada previamente
  • 6 linguiças calabresa fatiadas finas
  • 1 xícara (chá) de feijão-fradinho ou feijão-verde
  • 2 xícaras (chá) de arroz agulha
  • 2 cebolas roxas picadas
  • 4 dentes de alho picados
  • 1 colher (sopa) de manteiga de garrafa
  • 200g de queijo de coalho cortado em cubinhos
  • 70g de bacon cortado em cubos
  • 1 maço de cebolinha fatiada
  • 1 pimenta dedo-de-moça picada, sem sementes
  • 1 maço de coentro picado (talo e folhas separados)
  • 1 xícara de abóbora de pescoço cortada em cubinhos
  • 3 tomates sem as sementes e cortados em cubos
  • 1 dose de cachaça
  • Sal e pimenta-do-reino moída na hora 
  • Limão galego ou taiti

MODO DE PREPARO:

  1. Corte a carne-seca em cubos e cozinhe por 40 minutos na panela de pressão ou até que desfie. 
  2. Retire a carne da panela, mas reserve a água para cozinhar o arroz e o feijão. 
  3. Na água ainda quente, sem colocar pressão, cozinhe o feijão-fradinho por cerca de 20 minutos ou até que fique al dente. Acrescente o arroz agulhinha e deixe finalizar o cozimento. Caso necessário, escorra o excesso de água e reserve.
  4. Em uma frigideira grande, acrescente o bacon, a linguiça e a carne-seca. Caso precise, acrescente um pouco da manteiga de garrafa ou outra gordura de sua preferência. 
  5. Ao refogado, adicione o alho, metade da cebola, os talos de coentro, a pimenta e deixe suar. Regue com a dose de cachaça até que o álcool evapore. Junte o arroz e o feijão e misture bem.
  6. Em uma outra frigideira, antiaderente, esquente um pouco da manteiga de garrafa, doure os cubos de abóbora e em seguida os cubos de queijo coalho. Reserve.
  7. Junte em uma vasilha os cubos de tomate, as folhas de coentro picadas e o restante da cebola roxa. Tempere com um pouco de sal, limão e azeite. Despeje sobre o baião de dois um pouquinho antes de servir e misture bem.  
  8. Finalize dispondo o queijo coalho e a abóbora grelhada por cima. 

Bia Brunow

Cozinheira

"Vale servir como prato principal ou até como acompanhamento de uma boa carne de sol."

Clique aqui para ler as colunas anteriores e acompanhe a colunista também no Instagram.

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.