ASSINE

Inmet alerta para chuvas intensas em cidades do litoral capixaba

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, 12 cidades, como Vila Velha e Guarapari, devem ser afetadas até às 11h de quinta-feira. Marinha emitiu alerta para ventos de até 74 km/h

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 12/05/2021 às 19h07
Vila Velha tem tempo fechado e chuva forte nesta terça-feira (9)
Vila Velha está entre as cidades que receberam alerta do Inmet. Crédito: Fernando Madeira

O tempo promete virar nas regiões Sul e Serrana do Espírito Santo já a partir da noite desta quarta-feira (12). Isso porque essa parte do território capixaba recebeu um aviso meteorológico para chuvas intensas em 12 cidades entre às 21h de quarta e 11h da manhã de quinta-feira. Segundo informações do Instituto Nacional de Meteorologia, cidades ao sul de Vitória devem ter chuva entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia.

VEJA A LISTA DE CIDADES:

  1. Anchieta;
  2. Guarapari;
  3. Iconha;
  4. Itapemirim;
  5. Marataízes;
  6. Marechal Floriano;
  7. Piúma;
  8. Presidente Kennedy;
  9. Rio Novo Do Sul;
  10. Viana;
  11. Vila Velha;
  12. Alfredo Chaves.

A região também deve ser afetada por ventos com intensidade acima do normal. Além do Inmet, a Marinha do Brasil coloca em destaque os ventos com até 74km/h que podem ser registrados entre as noites de quarta e quinta-feira (13). Segundo a Marinha, os ventos devem chegar ao Espírito Santo pela aproximação de uma frente fria.

Desde o início da semana, o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Ruralo Incaper, já monitorava a chegada da frente fria - que deve mudar o tempo, provocando queda na temperatura nos últimos dias da semana.

"Para o final da semana, as temperaturas máximas podem cair em função do vento de quadrante sul e sudeste que pode deixar a sensação de mais frio", disse o meteorologista Hugo Ramos na segunda-feira.

PREVISÃO DO TEMPO

Quinta e sexta podem ter chuvas no ES
Quinta e sexta podem ter chuvas no ES. Crédito: Reprodução Incaper

A passagem da frente fria deve mudar pouco a pouco o panorama do tempo no Estado. Na quinta-feira (13), há previsão de chuva isolada em trechos das regiões Sul, Serrana e até a Grande Vitória. Uma formação de nevoeiro deve ser vista nas primeiras horas do dia no Norte.

A sexta-feira (14) deve ser de tempo instável com chance de chuva fraca na faixa litorânea do Estado. Nas demais áreas, há chance menor de chuva. O Incaper prevê uma queda na temperatura diurna em todo o Espírito Santo. Na Grande Vitória, a máxima não deve ultrapassar os 28ºC.

COMO FUNCIONA A MEDIÇÃO DA CHUVA

A medida usada para medir o volume da chuva é milímetros por metro quadrado. Basta imaginar um quadrado de um metro por um metro com um litro de água dentro. O líquido vai subir até a marca de 1 mm. Claramente explicando, um milímetro de chuva equivale a um litro de água por metro quadrado. Por exemplo: se choveu 50 mm, seriam 50 litros de água em cada metro quadrado.

A unidade de medida utilizada para verificar os acumulados de chuva é o milímetro
A unidade de medida utilizada para verificar os acumulados de chuva é o milímetro. Crédito: Samar Meteorologia

O período da chuva também é importante. Chover 50 litros de água durante um dia inteiro pode ter um impacto menor do que chover a mesma quantidade de uma vez só, somente em uma hora.

E como podemos medir a chuva em uma cidade grande? Equipamentos chamados de pluviômetros, que estão espalhados por vários pontos, vão indicar o quanto choveu – e somente esses dados vão permitir as comparações das quantidades de chuva por dia, mês e ano.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.