ASSINE

Bolsonaro: tem algo que é mais importante que a vida, a liberdade

O presidente voltou a criticar medidas de isolamento social, mas admitiu que a eficácia da cloroquina no combate ao novo coronavírus não tem comprovação científica

Publicado em 21/05/2020 às 20h44
Atualizado em 21/05/2020 às 20h44

O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar as medidas de isolamento social e afirmou, durante transmissão ao vivo semanal, acreditar que "mais importante que a vida, é a liberdade". Segundo Bolsonaro, sobre a pandemia do novo coronavírus, "morre muito mais gente de pavor do que de um ato em si".

Presidente da República, Jair Bolsonaro, na rampa do Palácio do Planalto
Presidente da República, Jair Bolsonaro, na rampa do Palácio do Planalto. Crédito: Isac Nóbrega/PR

Bolsonaro reforçou que a eficácia da cloroquina no combate ao novo coronavírus não tem comprovação científica e disse que o novo entender do Ministério da Saúde sobre a liberação pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é uma recomendação. O presidente afirmou que o que mais quer é que o País volte à normalidade.

Bolsonaro participou da transmissão ao vivo com anotações na mão e ao lado do ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.