ASSINE

Bolsonaro diz que China liberou insumos para produção da Coronavac

Em rede social, o presidente afirmou que foi informado por autoridades chinesas de que insumos para a fabricação da Coronavac devem chegar ao Brasil nos "próximos dias"

Publicado em 25/01/2021 às 17h03
Jair Bolsonaro em reunião virtual da cúpula do G20
O presidente Jair Bolsonaro . Crédito: Marcos Corrêa/Presidência/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta segunda-feira (25) que o governo foi informado por autoridades chinesas de que insumos para a fabricação da Coronavac devem chegar ao Brasil nos "próximos dias".

"A Embaixada da China nos informou, pela manhã, que a exportação dos 5,4 mil litros de insumos para a vacina Coronavac foi aprovada e já estão em área aeroportuária para pronto envio ao Brasil, chegando nos próximos dias", escreveu o presidente no Facebook.

"Assim também os insumos da vacina AstraZeneca que estão com liberação sendo acelerada. Agradeço a sensibilidade do Governo chinês, bem como o empenho dos ministros Ernesto Araújo [Relações Exteriores], Eduardo Pazuello [Saúde] e Tereza Cristina [Agricultura]".

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.