ASSINE
Tubos para construção de gasodutos usados pela Petrobras para o transporte de gás
Tubos para construção de gasodutos usados pela Petrobras para o transporte de gás. Crédito: Agência Petrobras/Divulgação

ES Gás se prepara para ser privatizada e acirrar competição no país

Com plano de investir R$ 300 milhões e concessão moderna, estatal deve ter ações do Estado e da BR Distribuidora vendidas na mesma oferta

Publicado em 03/12/2020 às 00h15

O contrato de concessão da nova companhia de distribuição de gás natural do Espírito Santo, a ES Gás – empresa que tem como sócios o próprio Estado e a BR Distribuidora (ex-subsidiária da Petrobras) –, é considerado o que há de mais moderno na área, pois foi firmado já nos moldes do novo mercado do gás.

As regras construídas, aliás, serão primordiais para a estatal, que iniciou a operação oficialmente em julho de 2020, dê o próximo passo rumo à privatização. Será a primeira vez na história que o governo estadual venderá uma de suas empresas públicas.

O processo para a saída do governo como controlador da companhia está sendo conduzido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que estuda a modelagem para que as operações passem para a iniciativa privada. O Estado e a BR Distribuidora devem colocar as ações da estatal capixaba em oferta em conjunto.

Com o futuro ainda em planejamento, a prioridade agora da ES Gás é fazer os investimentos necessários para ampliar a entrega do combustível a quem mais precisa dentro da lógica do novo mercado de gás.

Heber Resende

Diretor-presidente da ES Gás

"Com esse contrato moderno, a gente espera atrair novos investimentos e, consequentemente, aumentar o volume de gás distribuído pela companhia. Existem investimentos vocacionados a consumir gás, e essas empresas precisam de preço"
Heber Resende, diretor-presidente da ES Gás
Heber Resende, diretor-presidente da ES Gás. Crédito: Divulgação

A própria ES Gás, porém, trabalha em alguns projetos. Nos próximos 10 anos, a companhia deverá investir cerca de R$ 300 milhões para expandir a rede de distribuição de gás no território capixaba. A meta é construir mais de 292 mil metros de gasodutos de distribuição e ligar mais de 96 mil novos consumidores à rede do gás, que hoje atende a cerca de 60 mil consumidores em 13 municípios capixabas. Os investimentos nesse sentido, segundo Resende, são contínuos.

A primeira grande ação, contudo, será no Norte do Estado. Conforme explica Resende, a empresa vai construir um gasoduto de distribuição que ligará a Unidade de Tratamento de Gás de Cacimbas (UTGC) da Petrobras, em Linhares, até a região industrial da cidade, levando gás para indústrias.

R$ 40 milhões

É O VALOR DO GASODUTO QUE SERÁ FEITO EM LINHARES

O diretor-presidente da ES Gás explicou que o gasoduto terá cerca de 40 quilômetros e vai demandar um investimento da companhia de R$ 40 milhões.

A fonte de financiamento ainda está em discussão, mas a previsão, segundo ele, é de que as obras tenham início em 2021, e terminem no ano seguinte. A construção será feita por empresa contratada por meio de licitação, e poderá criar cerca de 70 empregos diretos durante a construção.

“Linhares tem uma distribuição boa, mas não é ligada à rede de transporte. O gás é levado de forma comprimida de Cacimbas até o duto por caminhões. Mas, com o crescimento recente da industrialização do município, vimos a necessidade de instalar essa ligação, que, além da maior eficiência, tende a reduzir o custo na distribuição do gás, e torná-lo mais acessível a empresas e residências da cidade industrial.”

Entenda

O que é a ES Gás

  • 01

    Companhia de distribuição do gás natural

    A ES Gás é uma sociedade de economia mista, em que o Estado do Espírito Santo detém 51% do capital votante, tendo como sócia a BR Distribuidora, com os demais 49%. Em 22 de julho de 2019, a empresa foi formalmente constituída por meio da Assembleia Geral de Constituição. Mas começou a operar em julho de 2020 com a assinatura do contrato de concessão.

    Sociedade mista

  • 02

    Contrato de concessão

    Empresa firmou concessão com o governo do Espírito Santo por 25 anos contados a partir da data de assinatura do contrato que foi em julho de 2020.

    25 anos

  • 03

    Base de consumidores

    A ES Gás nasceu com mais de 60 mil clientes, em pleno atendimento, com consumo total médio superior a 2,48 milhões de m³/dia (2019), atendendo aos segmentos residencial, comercial, industrial, térmico e revendedores de GNV. itulo do item da Lista

    60 mil clientes

  • 04

    Municípios atendidos

    Recebem o gás natural encanado as cidades de Vitória, Vila Velha, Serra, Cariacica, Viana, Anchieta, Itapemirim, Cachoeiro de Itapemirim, Linhares, São Mateus, Aracruz, Colatina e Sooretama.

    13 cidades

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.