ASSINE

Mulher espancada fica gravemente ferida em Conceição do Castelo

Rosto da vítima, de 32 anos, ficou desfigurado após as agressões e ela terá de passar por cirurgia na face. Agressor foi identificado pela polícia

Publicado em 16/11/2020 às 19h09
Conceição do Castelo, Região Serrana do Estado
Conceição do Castelo, Região Serrana do Estado. Crédito: Divulgação/PMCC

Polícia Civil investiga o caso de uma mulher de 32 anos que foi agredida pelo marido e ficou gravemente ferida, na noite da última sexta-feira (13), no Centro, em Conceição do Castelo, Região Serrana do Espírito Santo. De acordo com a polícia, o suspeito foi identificado, mas ainda não foi preso.

As imagens da vítima, que não serão exibidas a pedido de familiares, mostram a gravidade da violência: inchaço nos dois olhos, na boca e nas bochechas, edemas roxo escuro, um grande corte na testa, diversas escoriações e uma fratura na face. O rosto da mulher ficou desfigurado — semelhante à agressão sofrida por Jane Cherubim, em março de 2019, pelo então namorado, encontrado morto pouco tempo depois.

A vítima segue internada no Hospital São Lucas, em Vitória, aguardando uma cirurgia na face.

Segundo informações da Polícia Militar, quando os policiais chegaram para atender a ocorrência foram informados por populares que as agressões, por parte do marido, continuavam dentro do apartamento. Os policiais bateram na porta, o suspeito atendeu e, ao ser questionado se poderiam entrar, tentou travar a entrada dos policiais  — que precisaram arrombar a porta.

Quando os militares entraram no apartamento, o suspeito saltou para uma construção ao lado e fugiu por um mato. A mulher estava deitada no chão, ensanguentada e inconsciente. Os dois filhos da vítima estavam na casa. O resgate do Samu foi acionado e as crianças ficaram na casa de uma tia. Buscas foram feitas, mas o suspeito não foi encontrado.

A reportagem conversou com familiares da mulher agredida, que preferem não se identificar. A família desconhece o motivo da agressão, contou que o casal está junto há seis anos. Disse que a vítima já tinha denunciado o marido à polícia por agressões anteriores, mas logo reatavam o relacionamento.

Amigos e familiares contam que alertavam a vítima para deixar o marido, mas não imaginavam que algo tão grave pudesse acontecer. Os familiares foram informados por vizinhos que os filhos, um deles de 6 anos, presenciaram a cena de violência. 

Eles denunciaram o caso na delegacia de Conceição do Castelo e aguardam a prisão do marido da vítima. Por meio de nota, a Polícia Civil informou que o caso segue sob investigação e que diligências estão em andamento. Disse ainda que a investigação está avançada e o autor foi identificado. Outras informações não serão repassadas para que a apuração dos fatos seja preservada, informou a polícia.

Denúncias que possam contribuir com a investigação do crime podem ser feitas pelo Disque-Denúncia 181, ou pelo site disquedenuncia181.es.gov.br. O anonimato é garantido e todas as informações fornecidas são investigadas.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.