ASSINE

Técnico estreante busca 4° título de Muquiçaba na Taça EDP das Comunidades

As meninas de Guarapari levantaram o troféu de campeãs nos gramados da Taça EDP em 2018 e em 2019. No domingo (13), agora nos campos virtuais, elas têm a chance de conquistar o tri

Publicado em 08/12/2020 às 19h10
Atualizado em 08/12/2020 às 19h10
Meninas de Muquiçaba estão novamente na final da E-Taça EDP das Comunidades
Meninas de Muquiçaba estão novamente na final da E-Taça EDP das Comunidades. Crédito: Alberto Borém

Desde 2018, uma não existe sem a outra: nas últimas duas edições e na atual E-Taça EDP das Comunidades, pelo menos uma equipe representante de Muquiçaba esteve na decisão do campeonato, seja ela da categoria masculina ou feminina. As meninas de Guarapari levantaram o troféu de campeãs da Taça EDP das Comunidades em 2018 e em 2019. No próximo domingo (13), agora nos gramados virtuais, elas têm a chance de conquistar o tri. Os meninos também foram campeões em 2018.

A chance do tricampeonato feminino bate à porta com um ingrediente diferente: antes, era Ebenézer Ramalhete quem comandava a equipe na beira do gramado. Agora Fagner Fernandes, morador do município há apenas oito anos, pode novamente levar Muquiçaba ao lugar mais alto do pódio.

O convite para Fagner assumir a responsabilidade foi feito pelo próprio Ebenézer, ou Bonó, como é chamado pelos atletas. "Eu não conhecia o Fagner antes da E-Taça. A filha dele, que eu também não conhecia, foi uma indicação de um amigo para jogar na equipe. Como eu também estava com o masculino, perguntei a ele se assumiria. Ele aceitou e tem feito um ótimo trabalho, ajudou bastante", relatou Bonó.

Partidas definem os semifinalistas da E-Taça EDP das Comunidades 2020
Fagner durante partidas da E-Taça EDP das Comunidades 2020. Crédito: Alberto Borém

Fagner conta que a sua experiência com o vídeo game pode ter auxiliado as meninas durante a E-Taça EDP das Comunidades. A casa do técnico estreante é o local onde as meninas treinam para os jogos do fim de semana. Ele explica que as meninas treinam pelo menos uma vez por semana. "Umas já conheciam o vídeo game, mas outras nem sabiam mexer no controle, não sabiam onde ficava cada comando", completa.

MANUTENÇÃO DA EQUIPE

Campeã das duas últimas edições da Taça EDP das Comunidades, a equipe feminina de Muquiçaba se notabiliza pela manutenção do grupo. Fagner diz que entre as nove atletas em 2020, apenas duas não estavam no time no ano passado. Ele ainda ressalta que a tradição em finais pode ajudar a equipe no domingo, no confronto contra São Pedro.

"(Ter vencido os dois últimos campeonatos) Facilita. Quando eu falo algo pra uma jogadora, ela entende meus comandos. O futebol de campo explica muita coisa. Elas têm noção, conhecem o futebol", comenta o técnico da equipe.

DECISÃO NO DOMINGO

Muquiçaba e São Pedro se enfrentam às 10h no próximo domingo (13), na grande final feminina na E-Taça EDP das Comunidades. A decisão, em jogo único, terá transmissão ao vivo no site de A Gazeta.

 Cada atleta da comunidade campeã leva para casa um vídeo game. O treinador também ganha a premiação. A equipe vice-campeã leva pra casa um conjunto de uniformes.

Espírito Santo Futebol Grande Vitória Guarapari edp espírito santo Esportes E-taça edp das Comunidades

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.