ASSINE

Saúde integral ajuda na busca pelo equilíbrio do corpo e da mente

Corpo e mente devem ser tratados como um campo único de cuidado, segundo especialistas. Para estar fisicamente saudável, é preciso estar bem psicologicamente

Tempo de leitura: 5min
Vitória
Publicado em 19/07/2022 às 13h20
Márcio Merçoni
Márcio Merçoni integra o grupo de pessoas que acreditam na saúde integral. Crédito: Divulgação Márcio Merçoni

Quando foi a última vez que você conseguiu equilibrar a saúde do corpo e da mente? O psicólogo e empresário Márcio Merçoni, 36 anos, sempre buscou o equilíbrio entre esses dois pilares na vida. Apaixonado pela mobilidade do corpo, tanto quanto pela mente, desde jovem pratica esportes. E durante a formação em Psicologia, aprendeu a importância do reconhecimento das emoções e sobre como lidar com elas.

"Há cerca de cinco anos escolhi a meditação como um caminho incrível para a higiene mental. Ela proporciona a regulação das minhas emoções, me ensinou o controle dos pensamentos e, principalmente, me ofereceu mais clareza mental. Desenvolvi muita agilidade mental e de raciocínio", conta.

Márcio integra o grupo de pessoas que acredita na saúde integral, ideia que contempla a saúde física e também a psicológica, esta última, diversas vezes deixada de lado ou considerada menos importante. Para ele, sem uma mente equilibrada, não é possível ter um corpo são.

"É importante cuidar do corpo, da mente e das emoções, pois o equilíbrio entre essas três esferas é o que proporciona a sensação de bem-estar. É essencial estar atento para os hábitos e cuidar da rotina, já que temos cada vez menos tempo para o descanso e autocuidado. Isso acaba prejudicando partes importantes da nossa saúde", afirma o psicólogo, que além da ioga e da meditação, pratica outras atividades ao ar livre como ferramentas de autocuidado.

Márcio Merçoni

Empresário e psicólogo

"Gosto de nadar no mar e correr na areia. Esses momentos me proporcionam a integração da mente e do corpo e fazem com que meu dia renda melhor"
Márcio Merçoni
Márcio Merçoni optou prática da ioga e da meditação como as ferramentas de autocuidado. Crédito: Divulgação Márcio Merçoni

ALIMENTAÇÃO

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a saúde é um estado de bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de uma doença. Com a pandemia, ficou ainda mais evidente a importância destes fatores estarem em equilíbrio. 

Por isso, alcançar a plenitude requer uma série de atitudes que envolvem cuidar do sono, da mobilidade do corpo, da higiene emocional e também da alimentação.

"Uma alimentação saudável tem papel fundamental na prevenção e no tratamento de doenças. O equilíbrio na dieta é um dos motivos que permite que o homem tenha mais qualidade de vida e longevidade", destaca a nutricionista Catiene Chieppe.

Catiene Chieppe
Catiene Chieppe diz que existe uma relação direta entre a nutrição e a saúde integral. Crédito: Reprodução @CatieneChieppe

Segundo Chieppe, os alimentos que consumimos diariamente podem impactar no nosso cérebro, na cognição e no estado emocional. "Refeições com comida de verdade têm a combinação certa de vitaminas, minerais e fitoquímicos saudáveis que podem ajudar a melhorar as nossas funções cerebrais, os níveis de energia, a memória, além de controlar as emoções."

Catiene Chieppe

Nutricionista

"Um cardápio balanceado ajuda o sistema imunológico, melhora a qualidade do sono, previne o envelhecimento precoce, ajusta o sistema digestivo e ainda fornece disposição e energia para as atividades diárias"

O conceito de saúde integral coloca corpo e a mente em um campo único de cuidado. Assim, para estar fisicamente saudável, também é preciso estar bem psicologicamente. Na avaliação do cirurgião do aparelho digestivo Gibran Sassine, esse conceito deve ser reforçado no período pós-pandemia, já que a crise sanitária trouxe diversos prejuízos para a saúde das pessoas.

"Devemos ampliar as áreas de cuidados, não restringindo apenas a cuidados médicos, mas abrangendo para a saúde ocupacional, o ambiente de trabalho, o familiar, o domiciliar e as relações interpessoais e sociais. E, claro, adotando hábitos saudáveis, como boa alimentação e prática de exercícios físicos", diz. 

Sassine lembra que a prática de atividades físicas e o consumo de alguns tipos de alimentos estimulam a liberação de substâncias químicas como a adrenalina, a serotonina e a dopamina, que regulam o humor. "Quando liberadas no cérebro, dão a sensação de bem-estar e felicidade", destaca. 

Gibran Sassine
Gibran Sassine conta que o conceito de saúde integral enfatiza que o corpo e a mente devem ser tratados como um campo único de cuidado. Crédito: Gibran Sassine

Gibran Sassine

Cirurgião do aparelho digestivo

"O check-up médico ajuda a prevenir e identificar diversos tipos doenças, como diabetes, hipertensão e colesterol. E, por meio de exames específicos, é possível fazer o diagnóstico precoce de patologias graves"

A MENTE

Para a psicóloga Camilla Viana, a pandemia permitiu vários debates sobre a importância da saúde integral. Houve uma conscientização de que "estar saudável não é apenas estar livre de doenças, mas ter uma rede de apoio e olhar para a questão emocional". 

Segundo a profissional, é necessário ter um olhar mais atento para as nossas emoções. Quando ignoradas, elas refletem no corpo e podem se transformar em sintomas físicos e ocasionar doenças. 

"Alterações mentais como a depressão, a ansiedade e a raiva, por exemplo, podem resultar em problemas gástricos, doenças de pele e no intestino. Reconhecer e tratar esses problemas de forma global é a saída para prevenir doenças e promover saúde", diz a psicóloga. 

Camilla Viana
Camilla Viana explica que a saúde emocional está diretamente ligada à física. Crédito: Divulgaçõa Camilla Viana

Camilla Viana

Psicóloga

"Quando as emoções e sensações prejudicam o funcionamento saudável, e existem pensamentos que impeçam o bem-estar do indivíduo, é preciso procurar ajuda"

Uma respiração ou frequência cardíaca acelerada podem indicar o início de uma ansiedade ou revelar um momento de euforia. Por isso, é necessário estimular a autopercepção para desenvolver maior inteligência emocional, aprendendo a reconhecer as emoções e saber lidar com elas.

"O caminho inverso também é importante, ou seja, ao reconhecer uma emoção, eu posso modificar um estado mental e emocional, e isso vai se refletir no organismo como um todo", analisa Márcio Merçoni.

DICAS PARA A SAÚDE INTEGRAL:

  • Durma bem: não há saúde sem sono restaurador. O sono é modulador de neurotransmissores importantes para nosso cérebro. Sem um sono adequado, prejudicamos nossa memória, atenção, nosso humor fica mais irritadiço, e pode disparar comportamentos e sentimentos relacionados ao estresse.
  •  Faça uma atividade contemplativa: é muito importante deixar o cérebro descansar do excesso de informações e atividades que estamos envolvidos na rotina. O descanso deve ser para a mente também. Por isso, não ocupe o seu descanso somente com informações, como 'maratonar' séries. Aproveite para curtir a natureza, praticar um hobbie, ou um atividade que não estimule tanto a sua mente. Esse é o tempo que seu cérebro precisa para restaurar suas funções e assimilar as questões do cotidiano.
  • Alimentação saudável: é importante da alimentação. Isso contribui para a manutenção da saúde integral e evita o desenvolvimento de problemas relacionados ao sobrepeso, como o diabetes e o colesterol. 
  • Cuide da saúde emocional: saúde emocional está diretamente ligada à física, portanto, as emoções quando ignoradas, refletem no corpo se transformando em sintomas físicos. 
  • Seja gentil com seu corpo: você pode gostar de esportes de alto impacto ou desgaste, mas ainda assim, seja gentil com seu corpo. É necessário compreender o que ele está “pedindo” e muitas vezes acaba sendo ignorado. Descanso é importante. Alongamento é fundamental. Quanto mais você traz flexibilidade e mobilidade para o seu corpo, mais flexibilidade e mobilidade você promove para a sua vida. O corpo não foi feito para ficar parado, portanto dê o movimento que ele precisa. Comece devagar, explore os seus limites e capacidade.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Saúde Alimentação medicina Saúde mental Atividade física

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.