7 hábitos para prevenir as varizes

A questão pode não ser somente estética, já que também pode levar a um problema mais sério de circulação, causando inchaço, dor e até feridas

Publicado em 24/06/2020 às 08h00
Atualizado em 24/06/2020 às 08h00
pernas femininas; mulher segurando sapato de salto
Reduzir o uso de salto e fazer exercícios estão entre as dicas. Crédito: Divulgação

Muitas pessoas se incomodam com o surgimento de varizes e vasinhos, por uma questão estética. Mas, estes problemas podem ir muito além disso. Afinal, em algumas situações, as veias dilatadas podem chegar a causar dores nas pernas, inchaço e vermelhidão, gerando até mesmo um aumento do risco de doenças circulatórias, como trombose venosa e úlceras.

Segundo as estatísticas da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV), 38% dos adultos convivem com as varizes. Elas podem surgir devido à má circulação, especialmente, durante a gravidez e a menopausa para as mulheres, além de ser muito comum também em idosos.

De acordo com a cirurgiã vascular e angiologista, Moriane Lorenzoni, mesmo que a hereditariedade seja um fator relevante, alguns cuidados ajudam a retardar o processo de formação das veias dilatadas. “Se a pessoa já possui casos de varizes na família, é importante ficar atento a outros fatores. Algumas situações vividas pelas mulheres – como o uso de pílula anticoncepcional, excesso de peso, sedentarismo, fumo e profissões que exijam permanecer em pé por longos períodos – as colocam como mais propensas do que os homens a desenvolver o problema”, pontua.

O diagnóstico para descobrir a intensidade do problema pode ser feito de uma maneira simples, no próprio consultório do especialista. Geralmente, é solicitado um exame complementar (eco-doppler colorido) para determinar a gravidade e selecionar o melhor tipo de tratamento. “Apesar de existirem várias opções atualmente, o melhor mesmo é a gente evitar que elas apareçam. Isso pode ser feito por meio de uma mudança de hábitos na rotina e também com a inserção de ações que ajudam neste trabalho de prevenção”, orienta.

Moriane Lorenzoni, cirurgiã vascular e angiologista
Moriane Lorenzoni, cirurgiã vascular e angiologista, dá algumas dicas pra prevenir as varizes. Crédito: Divulgação

7 maneiras de evitar o problema

A especialista deu algumas dicas para manter as varizes bem longe de suas pernas por meio de hábitos que devem ser inseridos no dia a dia. Confira:

1- Mexa-se!

Movimentar-se é o melhor remédio para evitar não só o surgimento de varizes, mas também outras patologias.

2- Alimente-se bem

Comer de maneira saudável também pode evitar que as varizes apareçam. Uma dieta com muita gordura, sal e açúcar causa inflamações e enfraquecimento da parede dos vasos.

3- Fique de olho na balança

Estar acima do peso aumenta a pressão nos membros inferiores, sobrecarregando e, consequentemente, prejudicando o sistema circulatório.

4- Desça do salto

Ficar muito tempo em cima do salto muito alto ou calçado apertado tende a mudar a maneira que se pisa, prejudicando a circulação.

5- Cuidado com os anticoncepcionais

O uso prolongado de anticoncepcionais também pode causar varizes. Por isso, é bom conversar com seu médico sobre as opções.

6- Pernas para o ar

Apenas 15 minutinhos, por dia, já ajudam a prevenir o aparecimento das varizes, reduz a pressão nas pernas e favorece a circulação do sangue.

7- Use meias

Elas são grandes aliadas na prevenção de varizes e, caso você já tenha, elas ajudam a evitar o inchaço e o cansaço nas pernas. Lembre-se que as meias só devem ser usadas com orientação de um médico, pois para cada pessoa existe um tipo e tamanho diferente.

Saúde Fique bem Beleza

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.