ASSINE

Novembro azul: cães também sofrem com câncer de próstata

Segundo especialista, a doença costuma ser benigna, e quase sempre age de forma silenciosa, atingindo os cães de meia idade, após os oito ou nove anos

Publicado em 11/11/2020 às 18h44
Atualizado em 11/11/2020 às 18h44
Cachorro em sofá
Cachorros podem dar sintomas do câncer de próstata. Crédito: Reprodução Pinteres

O Novembro Azul é uma campanha que reforça a conscientização de homens para o câncer de próstata. Após o Outubro Rosa, com foco no câncer de mama, especialmente nas mulheres, o penúltimo mês do ano chama atenção para a importância do tratamento correto e do diagnóstico precoce, feito a partir de um rastreamento no sangue ou o exame do toque retal. Mas, apesar de o público-alvo da atual campanha ser majoritariamente as pessoas do sexo masculino, a doença também atinge os animais, principalmente os cães.

A médica veterinária e comentarista da Rádio CBN Vitória, Tatiana Sacchi, explica que o câncer acomete os cães de forma distinta.

"Diferentemente dos homens, nos cachorros o câncer não é tão frequente, porém, conforme o animal envelhece, é muito comum o cão sofrer de hiperplasia prostática. Isso pode ou não causar efeitos na saúde do cão", explica.

A próstata é a única glândula sexual acessória dos cães, e sua função é produzir o fluido prostático, um dos componentes do sêmen. A hiperplasia prostática é a doença de próstata mais comum no animal e nada mais é do que um aumento exagerado da próstata.

Ao jornalista Fábio Botacin, durante o Clube Pet CBN desta quarta (11), a especialista ressaltou que a doença costuma ser benigna, e quase sempre age de forma silenciosa, atingindo os cães de meia-idade, após os oito ou nove anos.

"Quando você tem um cão de idade que não é castrado, é ideal passar por uma consulta, fazer um ultrassom abdominal que mostra a saúde e dá atenção especial à próstata", diz.

Não há maior propensão para cães com determinadas raças ou diferentes tamanhos, segundo a médica veterinária. Ao diagnosticar a doença, o tratamento indicado é a castração, uma vez que ela tira a ação dos hormônios, causando a perda de intensidade dos sintomas.

SINTOMAS

  • Dificuldade de urinar;
  • Infecções de urina recorrentes;
  • Sangramento peniano;
  • Dificuldade para defecar;
  • Fezes de formato achatado;
  • Hérnia Perianal: aumento de volume na região lateral ao ânus e a cauda, em virtude de grande esforço para urinar e defecar. É uma condição dolorosa que pode provocar obstrução da micção e da defecação e necessita de tratamento cirúrgico;
  • Febre, falta de apetite e dor abdominal em casos de infecção de próstata.
Saúde câncer cbn cotidiano cbn vitoria Tatiana Sacchi Pets

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.