Saiba a importância de manter a hidratação da pele em dia

A hidratação da pele é essencial para mantê-la saudável e protegida. Cuidar dela no verão é tão importante quanto nos meses mais frios

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 23/02/2021 às 16h15
Mulher passando creme no rosto
A hidratação da pele é importante para manter íntegra a barreira cutânea, que fica na camada mais externa da epiderme. . Crédito: VALUA VITALY/Freepik

A hidratação da pele é essencial para mantê-la saudável e protegida. E todos os tipos precisam desse cuidado, seja no verão ou nos meses mais frios. Entre os benefícios, o uso do hidratante ajuda a evitar aquela sensação de pele seca.

A dermatologista Giane Giro explica que a hidratação da pele é importante para manter íntegra a barreira cutânea, que fica na camada mais externa da epiderme. Esta barreira tem algumas funções como a proteção contra agressões externas como o clima, a poluição, as bactérias e os vírus. "Também mantém condições adequadas para que o microbioma, o conjunto de microorganismos que faz parte da flora normal da pele, fique em equilíbrio, ajudando assim na prevenção de doenças. E ainda evita a perda de água", diz.

A falta de hidratação interfere na função de algumas enzimas importantes para manter a função normal da pele, que se torna mais áspera e descamativa. A barreira cutânea perde a integridade deixando-a mais exposta às agressões externas. "Além da aparência mais seca e descamativa, existem algumas doenças de pele, como as dermatites, rosácea e psoríase, que podem se agravar com a falta de hidratação adequada", conta a dermatologista. 

Como escolher o hidratante

Não existe uma regra para escolher o hidratante ideal. Mas Giane explica que, para o rosto cada tipo de pele requer um cuidado especial. "Existem três grandes grupos de ativos que podem ser usados para a hidratação da pele: os oclusivos, os emolientes e os umectantes. A diferença entre eles está no mecanismo em que trazem mais água para a pele", diz.

A pele mais seca tolera bem o uso de alguns ativos oclusivos, como a vaselina, e possui muito conforto com o seu uso. Já as pessoas com pele oleosa preferem ativos que deixam menos sensação de oleosidade, como a glicerina e o ácido hialurônico. "Para as secas gosto de indicar produtos que contenham algum princípio ativo oclusivo como manteiga de karité, esqualeno, óleo mineral, entre outros. Ele irá evitar a perda de hidratação da pele".

A pele sensível se beneficia de uma hidratação adequada, pois a barreira cutânea é menos reativa a agressões externas. "Evito indicar produtos que contenham ativos potencialmente irritantes, como ureia e lactato de amônio. O ideal é que este hidratante seja prescrito pelo dermatologista avaliando cada caso. Quem tem pele sensível também precisa ter cuidado com o produto usado na higiene diária, alguns sabonetes podem irritar e ressecar a pele, piorando a sensibilidade", diz Giane Giro. Já para as oleosas a dica são os hidratantes de textura mais leve.  A maioria dos produtos não mantém a hidratação por mais de 24 horas e é interessante que se estabeleça uma rotina para uso diário.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.