ASSINE

'Low poo' e 'no poo': o que são e quais as diferenças entre os métodos

Saiba quais são as diferenças entre as duas técnicas de lavagem capilar e saiba como identificar os ativos “proibidos” nos rótulos dos produtos para o cabelo

Vitória
Publicado em 10/02/2021 às 02h00
Mulher negra feliz e com cabelos cacheados
As técnicas ganharam popularidade entre as cacheadas. Crédito: shutterstock

O mercado de tratamentos para os cabelos não para de crescer. Nos últimos anos as técnicas low e no poo ganharam muito destaque principalmente entre as cacheadas e crespas. Mas apesar da popularização desses termos, muita gente ainda não sabe o que são e quais são as diferenças entre as duas técnicas.

Se você é uma dessas pessoas que ainda não entendeu esse universo de low poo, no poo ou produtos liberados, ouvimos especialistas para te ajudar nessa missão.

A terapeuta capilar Paula Breder explica que o low poo é uma técnica que consiste na lavagem do cabelo sem produtos que contenham o chamado lauril éter sulfato de sódio (sulfactante), popularmente conhecido apenas como “sulfato”, o ativo funciona como uma espécie de detergente. “Quando esse ativo é utilizado, ele limpa o cabelo, mas retira a carga lipídica - de gordura - que atua como uma proteção própria dos fios. Essa carga lipídica serve para a proteção natural contra agentes externos e contra a força exercida sobre os fios durante o ato de pentear”, ressalta.

De acordo com a profissional, o low poo é indicado para qualquer tipo de cabelo e os adeptos sempre colhem bons resultados. "O cabelo crespo sente mais quando recebe algum produto nocivo, seja uma química ou ativo cosmético, por isso o reforço da técnica para este tipo de cabelo”.

Apesar de não contar com o sulfato, segundo Paula, os produtos utilizados pela técnica low poo ainda tem alguns sulfactantes, mas são mais brandos e não agridem nem retiram a proteção natural do fio. “Enquanto o no poo não tem nenhum tipo de sulfactante, é uma limpeza à base de cremes. Porém, essa técnica é menos aplicável em um clima como o nosso, em que transpiramos. Além disso, o couro cabeludo também tem bactérias, então ele precisa de uma higienização mais profunda”, explica a terapeuta.

Como identificar os produtos

Rafaela Sá

Hairstylist e especialista em cachos 

"É importante checar os nomes dos compostos químicos que estão na composição do produto, principalmente os sulfatos, silicones e petrolatos"

A hairstylist e especialista em cachos Rafaela Sá, do Tina Curly Hair, explica que o low poo, como o próprio nome já diz significa “pouco xampu”. E o no poo significa “sem xampu”. Mas calma, isso não significa que você não deve usar shampoo. “Os xampus low poo garantem uma limpeza suave e fazem pouca espuma. Já o no poo, garante uma limpeza condicionante e não fazem espuma.”

A profissional destaca que, embora muitos produtos demonstrem ser “liberados” ou “próprios para cacheadas”, é preciso verificar a composição desses produtos. “Para isso é importante checar os nomes dos compostos químicos que estão na composição do produto, principalmente os sulfatos, silicones e petrolatos. Dentre eles, o Sodium Laureth Sulfate, que é o maior vilão dos xampus”, alerta.

Também deve ser observado ao ler um rótulo a ausência dos principais “compostos proibidos”: o Sodium Laureth Sulfate (Sulfato), Petrolatum (petrolato), o Mineral Oil (óleo mineral) e o Parafinum Liquid (parafina líquida).

Qual escolher?

Rafaela salienta a importância de afirmar que esses tipos de xampus e tratamentos não são milagrosos, nem dão resultados de um dia para o outro. “Deve-se sempre manter uma boa rotina de cuidados para garantir cabelos saudáveis e sempre bem cuidados, além de hidratações, nutrições, reconstruções e cortar com prazos de no máximo 6 meses”, destaca.

Na hora da escolha, o que vai definir qual dos produtos é melhor é o seu tipo de cabelo. “Para cabelos mais ressecados, o No poo é mais indicado, visto que produtos mais limpantes tendem a remover a oleosidade do cabelo, podendo o deixar ainda mais ressecado. Já para cabelos pouco ou muito oleosos, o Low poo é uma boa escolha, pois fará uma limpeza suave sem ressecar”, orienta a profissional.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Beleza

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.