ASSINE

"Comecei a chorar", diz capixaba após desfile de sua marca na NYFW 2021

Júlia Loyola apresentou a coleção cápsula da "ATITÚ", no desfile da Flying Solo neste domingo (12)

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 13/09/2021 às 12h25
A capixaba Júlia Loyola ao fim do desfile da sua marca
A capixaba Júlia Loyola ao fim do desfile da sua marca "ATITÚ", no New York Fashion Week. Crédito: Acervo pessoal/Júlia Loyola

Júlia Loyola amanheceu nesta segunda-feira (13) como se tivesse saído de um sonho. Neste caso, mais que realizado, pois a capixaba desfilou sua marca "ATITÚ" na edição primavera/verão 2022 do New York Fashion Week, no domingo (12).

Júlia foi a única brasileira a participar da semana de moda neste ano. Ela foi convidada a participar do desfile da Flying Solo, plataforma que lança novos talentos da moda e do design.

"Comecei a chorar desesperadamente, ainda mais quando vi as pessoas falando bem durante as entradas que se arrepiaram e toda a repercussão", comenta a empresária, que enfrentou problemas técnicos com uma caixa de som durante o desfile.

Desfile da marca capixaba ATITÚ, no New York Fashion Week
Desfile da marca capixaba ATITÚ, no New York Fashion Week. Crédito: Acervo pessoal/Júlia Loyola

Mas depois de um ano de trabalho após o lançamento da marca na Praia do Canto, ver o sucesso da apresentação foi marcante para a carreira da empresária. "Foi um mix de sentimentos, uma ansiedade que vi que acabou... No meu coração, é algo muito grande pela visibilidade e a aprovação das americanas em relação ao nosso produto é que mais me deixava apreensiva", comenta.

Foram oito looks completos apresentados no rooftop. Em meio a correria dos bastidores, Julia comenta que até esqueceu de abrir o link do desfile no seu site para as clientes que não puderam comparecer no local. Mas calma, que ela já disponibilizou tudo e você confere aqui.

E com tudo finalizado e aplaudido, ela fala da gratidão do trabalho feito por sua equipe. "Era muito além das minhas expectativas estar ali. Estou com coração muito grato porque demos o nosso melhor. A aceitação foi sensacional e temos clientes marcadas em Manhattan", detalha.

Quer mais felicidade? Após a apresentação da coleção "O Futuro é Agora", a jovem empresária recebeu convites para que suas peças confortáveis e funcionais - DNA da marca - sejam expostas nas semanas de moda de Miami e Paris.

"Tive alguns convites para o Miami Fashion Week e o Paris Fashion Week. As pessoas, quando chegamos com nossas peças na Flying Solo, ficaram encantadas. Passar pelo crivo do diretor, que chegou a pedir para usar um dos meus blazers, foi maravilhoso", conta Júlia.

A capixaba Júlia Loyola nos bastidores do New York Fashion Week
A capixaba Júlia Loyola nos bastidores do New York Fashion Week. Crédito: Acervo pessoal/Júlia Loyola

No que depender de Júlia, o nome do Espírito Santo vai ainda mais longe. Inspirada na carreira de Patrícia Bonaldi, que assim como ela é advogada mas se jogou no mundo da moda e vai abrir uma loja da PatBo no SoHo, em Nova York, a capixaba promete trazer muito mais.

"Depois que fui ler a história dela, eu falei: 'Meu Deus, a nossa vida se parece em muitos pontos'. Ela conseguiu algo sensacional (abrir a loja nos EUA). Estou no início de uma carreira, vejo muito ainda a trilhar, mas a promessa é de ir o mais longe que puder".

A Gazeta integra o

Saiba mais
capixaba capixaba Moda nova york

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.