ASSINE

Cabelo: saiba como usar a alimentação a favor do crescimento capilar

O recomendado é adicionar nas refeições minerais, vitaminas, proteínas e alimentos com ferro, além de ter uma atenção maior com o excesso de açúcar

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 28/06/2021 às 18h21
Mulher de cabelos longos
Lavar os cabelos em dias alternados também é importante, pois não deixa o couro cabeludo sujo por muito tempo. Crédito: Freepik

Os fios dos nossos cabelos crescem em média 1 centímetro por mês, quando bem cuidados. Há diversos tratamentos, cada um mais indicado para tipos específicos de queda, mas em casa há muita coisa a fazer.

“O ideal, primeiramente, é usar xampus e condicionadores de boa qualidade, selecionados para o nosso tipo de cabelo e de couro cabeludo. Lavar os cabelos em dias alternados também é importante, pois não deixa o couro cabeludo sujo por muito tempo porque isso gera irritação e entope os orifícios dos fios com oleosidade e queratina, o que irá prejudicar o crescimento”, explica a dermatologista Letícia Bortolini, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. 

Mas você também pode adequar sua alimentação a favor do crescimento capilar.  Já pensou em inserir mais proteína no prato? “Os cabelos são formados basicamente de queratina, que é uma proteína. Então, aposte no consumo de alimentos ricos nesse nutriente, como peixe, frango, carne magra, ovos e feijão”, recomenda a médica nutróloga Marcella Garcez, da Associação Brasileira de Nutrologia. 

Os alimentos indicados pelos profissionais podem ser ingeridos in natura, mas quando existe uma dificuldade de absorção ou uma adesão inadequada a eles, os médicos podem indicar suplementação exógena. “Se o organismo tem uma deficiência de algo, e precisar ‘escolher’ qual parte do corpo ele vai priorizar com o nutriente, ele vai entregar para os rins, coração, pulmões e cérebro, que são órgãos vitais, e por último para o cabelo porque este não é necessário para a sobrevivência, então será o primeiro a sentir a deficiência (parar de crescer, ter queda) e o último a receber o nutriente tornando-se saudável novamente”, explica a dermatologista. Listamos cinco dicas de alimentação, para você usar no dia a dia, que vai ajudar crescimento capilar. Confira.

  1. A Gazeta - 7bcecd
    01

    Adicione minerais e vitaminas

    Silício orgânico, zinco e cálcio (além do ferro) e vitaminas (como a vitamina E e o complexo B) podem ser encontrados em produtos para o cabelo, assim como outros ingredientes naturais são bem-vindos, mas a ingestão de alimentos que são fontes desses nutrientes faz muito mais efeito. “Alimentos como semente de linhaça, castanha de caju e amendoim são exemplos”, explica o médico nutrólogo Juliano Burckhardt, membro da International Colleges for Advancement of Nutrology. “Além das proteínas, minerais metálicos como ferro e cobre, presentes, por exemplo, no fígado, também possuem participação importante na saúde capilar, da mesma maneira que as vitaminas do complexo B, como a biotina”, completa Marcella Garcez. “O magnésio também é essencial para a formação das proteínas que fortalecem os fios; os frutos do mar são ricos em minerais”, diz Juliano.

  2. A Gazeta - v0yn8iz
    02

    Invista na soja e em alimentos com ferro

    A soja melhora a circulação no couro cabeludo, diminuindo o risco da queda e que os cabelos fiquem opacos e quebradiços. “Tudo o que for rico em ferro, como carnes vermelhas, fígado e leguminosas, como feijão, é importante para a saúde capilar. A falta de ferro é uma das principais causas da queda, pois este mineral faz parte da formação dos glóbulos vermelhos, e nutre os folículos capilares, o que deixa os fios mais fortes”, explica Juliano Burckhardt.

  3. A Gazeta - 57i1rdlp
    03

    Hidrate-se

    A gente já sabe, mas é sempre bom lembrar: quanto mais hidratado seu corpo estiver, mais hidratada será a sua pele, cabelo e unhas. "O líquido ajuda a remover todas as toxinas do seu organismo, deixando tudo mais saudável. Além disso, ela é fundamental para a absorção dos nutrientes dos demais alimentos, garantindo pele e cabelos radiantes”, explica o médico nutrólogo Juliano Burckhardt. 

  4. A Gazeta - 9vdekqapmgt
    04

    Afaste-se do excesso de açúcar

    O aumento de insulina provocado pela ingestão de açúcar faz com que sejam liberados hormônios que inibem a divisão celular da raiz capilar, além de provocar um processo inflamatório que afeta o couro cabeludo, favorecendo o afinamento dos fios e a queda capilar. “O excesso de açúcar e carboidratos de alto índice glicêmico na dieta pode comprometer a saúde dos folículos capilares aumentando a possibilidade de eflúvio (queda de cabelos)”, explica Marcella.

  5. A Gazeta - jgocu12
    05

    Aposte nos aminoácidos do arroz e lentilhas

    Quando combinados, esses aminoácidos dão origem a proteínas que formam o colágeno e a queratina, componentes que fortalecem os cabelos. “Se consumidos regularmente, estes alimentos protegem os fios da queda”, explica o nutrólogo.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Saúde Fique bem Alimentação Beleza Saúde

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.