Parede rabiscada? Aprenda a limpar as manchas com produtos caseiros

É possível remover os desenhos com óleo de coco, pasta de dente e até creme de barbear

Publicado em 16/01/2021 às 02h00
Parede rabiscada
Manchas provocadas por giz de cera, lápis de cor, canetinha ou tinta guache podem ser elimindas. Crédito: Divulgação/ Mão na Roda

As paredes de sua casa foram rabiscadas por crianças cheias de dons artísticos e agora você não sabe o que fazer? Isso acontece mais do que se imagina e, em um primeiro momento, pode gerar dor de cabeça para os adultos que precisarem limpar os desenhos sem danificar a pintura da parede. Se este é o seu caso, não entre em pânico, pois essas manchas podem ser realmente muito simples de serem eliminadas. Sejam elas provocadas por giz de cera, lápis de cor, canetinha ou tinta guache. André Sprone, da Mão na Roda, separou algumas dicas de como remover os desenhos da parede com produtos caseiros. Confira.

ÓLEO DE COCO

Para remover desenhos feitos com giz de cera, umedeça um papel ou toalha de cozinha com óleo de coco em temperatura ambiente. Esfregue nas manchas até que elas desapareçam completamente.

PASTA DE DENTE

Coloque um pouco de pasta de dentes em um pano limpo e esfregue sobre a superfície lentamente. Depois, remova a mistura com uma toalha úmida.

BICARBONATO DE SÓDIO

Em uma tigela, misture um pouco de bicarbonato de sódio com água. Pegue uma esponja e deixe de molho no líquido. Esfregue suavemente a mancha de tinta e você verá como ela desaparece pouco a pouco.

CREME DE BARBEAR

Este tipo de creme é muito eficaz na remoção de rabiscos na parede. Basta adicionar um pouco sobre a área manchada e, com uma escova de dentes velha, esfregar com cuidado. Remova o excesso com um pano úmido.

SECADOR DE CABELO

O secador de cabelo é perfeito para as pinturas feitas com giz. Ligue o aquecedor e passe o ar quente sobre as manchas de giz de cera. O excesso de tinta é então removido com uma toalha úmida de uma maneira bem fácil.

crianca

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.