ASSINE

Nova Fiat Strada pretende ser mais do que uma “pequena Toro”

linha fina

Publicado em 17/08/2020 às 10h49
Atualizado em 17/08/2020 às 10h49
A nova geração da Fiat Strada já está nas concessionárias de todo o Brasil
A nova geração da Fiat Strada já está nas concessionárias de todo o Brasil. Crédito: Fiat/Divulgação

Após ter seu design revelado em abril, a nova geração da Fiat Strada, que foi apresentada em live, já está nas concessionárias de todo o Brasil. Renovada em termos de design, tecnologia e segurança, a picape chama a atenção de cara pela similaridade com a Toro, a bem-sucedida picape compacta-média da Fiat, vencedora de vários prêmios de design.

Apesar da óbvia identificação com a “irmã maior” boa-pinta, a Strada 2021 investe em uma “personalidade” própria, que permite preservar a cobiçada posição de picape compacta mais vendida do Brasil, mantida há duas décadas. São mais de 1,5 milhão de exemplares comercializados no Brasil até hoje. No ano passado, teve 76.279 emplacamentos e 58,2% de participação no segmento. Mas em 2014, seu melhor ano, vendeu mais que o dobro: 153.141 unidades.

A Strada traz configuração para cabine dupla e cinco passageiros
A Strada traz configuração para cabine dupla e cinco passageiros. Crédito: Fiat/Divulgação

Junto com a nova geração, a Strada apresenta uma inédita configuração de cabine dupla com quatro portas e homologada para cinco passageiros. Já a versão para duas pessoas, rebatizada de Cabine Plus, conta com o maior volume de carga da categoria – 1.354 litros.

Inspirado nos elementos da Toro, o estilo desenvolvido deixa claro a influência do design italiano, explicitada pela “Fiat flag” – uma bandeirinha italiana que está em um canto da grade e será incorporada aos próximos carros da marca. O centro da grade abriga o logo da fabricante e, nas laterais, os faróis de leds afilados com luzes DRL (Daytime Running Light). A frente elevada e o capô vincado ressaltam a robustez. A tampa da caçamba tem porta convencional, abre para baixo.

Agora, a Strada tem maior altura do solo (de até 21,4 cm) e os ângulos de entrada (de 24 graus) e de saída de obstáculos (de 28 graus) estão entre os melhores da categoria. O novo posicionamento da suspensão traseira possibilita um maior vão de carga na caçamba e facilita a acomodação de volumes: são 844 litros na cabine dupla e 1.354 litros na Plus. A capacidade de carga varia de 650 kg na versão para cinco ocupantes para até 720 kg na de entrada.

Como itens de série em todas as versões, a Strada recebeu controle de estabilidade, assistente de partida em rampa e controle de tração avançado E-Locker (TC+), um sistema voltado para situações de off-road leve. O mesmo TC+ ativa o ABS Off-Road.

Um aspecto no qual a nova Strada não inovou é no “powertrain”. São oferecidas duas opções de motores, ambas já usadas em modelos da linha Fiat, sempre acopladas à transmissão manual de 5 marchas. Não há opção de câmbio automático ou automatizado.

As versões Endurance são equipadas com o motor 1.4 Fire, que gera potência de 88 cv a 5.750 rpm (etanol) e 85 cv a 5.750 rpm (gasolina). Seu torque é de 12,4 kgfm com gasolina e 12,5 kgfm com etanol, ambos a 3.500 rpm.

A nova picape da Fiat é vendida a partir de R$ 63.590 na versão Endurance 1.4 cabine Plus e chega aos R$ 79.990 na topo de linha Volcano 1.3 cabine dupla
A nova picape da Fiat é vendida a partir de R$ 63.590 na versão Endurance 1.4 cabine Plus e chega aos R$ 79.990 na topo de linha Volcano 1.3 cabine dupla. Crédito: Fiat/Divulgação

A partir da versão Freedom, a nova Strada dispõe do motor 1.3 Firefly de quatro cilindros, com 109 cv de potência a 6.250 rpm e 14,2 kgfm de torque (etanol). Com gasolina, são 101 cv a 6 mil rpm e torque de 13,7 kgfm a 3.500 rpm. Em 2021, a picape deve receber os futuros motores da Fiat, que terão como base o Firefly, mas incorporarão turbocompressor, quatro válvulas por cilindro, injeção direta de combustível e controle eletrônico das válvulas de admissão.

A nova picape da Fiat é vendida a partir de R$ 63.590 na versão Endurance 1.4 cabine Plus e chega aos R$ 79.990 na topo de linha Volcano 1.3 cabine dupla. São três topos de acabamentos: Endurance, Freedom e Volcano, mesmos nomes usados na Toro. Os dois primeiros serão oferecidos com cabine Plus e dupla, enquanto a Volcano terá apenas a dupla. Entre a básica e a “top”, existem três versões intermediárias: Endurance cabine dupla (R$ 74.990), Freedom cabine Plus (R$ 69.490) e Freedom cabine dupla (R$ 77.990). A geração anterior da Strada continua a ser oferecida como modelo de entrada, apenas na versão Hard Working, por R$ 61.590.

A Gazeta integra o

Saiba mais
carros

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.