ASSINE

Proibida de jogar campeonato por ser menina, Laurinha ganha bolsa no Vitória

A atleta de 8 anos foi impedida de disputar uma competição de futebol e sensibilizou o Vitória, time da Capital do Estado, que ainda levou a garota para entrar com os jogadores na goleada desse sábado (9)

Tempo de leitura: 3min
Vitória
Publicado em 10/07/2022 às 10h00

Depois de ser impedida de disputar um campeonato de futsal pelos simples fato de ser uma menina, a atleta Laurinha, de apenas oito anos, ganhou uma bolsa para ingressar na escolinha de futebol do Vitória, time da Capital do Estado. De quebra, a craque mirim ainda teve a chance de entrar com os jogadores no gramado do estádio Salvador Costa na goleada do time alvianil sobre o CTE Colatina por 7 a 1, que garantiu a classificação da equipe à semifinal da Copa ES.

Laurinha entrou em campo com os jogadores do Vitória na partida desse sábado (9)
Laurinha entrou em campo com os jogadores do Vitória na partida desse sábado (9). Crédito: Wagner Chaló

Para Laís Matias Adolfo, mãe da Laurinha, poder jogar em um time de relevância do Espírito Santo como o Vitória é uma chance de ouro. Ela contou que a menina é apaixonada por futebol e vive com a bola no pé.

"Ela ficou extremamente feliz! Quem a conhece sabe o quanto que ela ama futebol. Ganhar a oportunidade de treinar em um clube como o Vitória é muito importante para ela. Foi um surpresa e tanto pra ela, apesar de pequena ela tem uma história muito linda com o futebol", contou.

A garotinha também foi surpreendida com a chance de entrar em campo com os jogadores do Vitória, segundo Laís, a primeira vez em que ela pode vivenciar a atmosfera de uma grande partida tão de perto.

"Ter entrado no campo hoje, e ter vivenciado o clima de uma partida ali pertinho… ela aproveitou cada segundo! 24 horas por dia ela está com uma bola no pé ou assistindo jogos na TV", destacou a mãe de Laurinha.

Laura Matias, 8 anos, atleta de futebol
Laura Matias, 8 anos, atleta de futebol ganhou bolsa na escolinha do Vitória. Crédito: Vitor Jubini

Ver a filha podendo jogar futebol livremente é também uma conquista para a própria Laís. Ela contou que, quando criança, também foi impedida de aproveitar o esporte que deveria ser para todos e, por isso, lamentou o episódio que Laurinha viveu.

"Foi um choque e tanto ter visto ela passar por essa situação ano passado e ainda tão pequena. Eu, quando mais nova, já fui impedida de jogar também, mas naquela época era difícil mesmo! Ver isso acontecer nos dias de hoje, com uma criança de 8 anos, é muito decepcionante", disse.

Laís Matias Adolfo

Mãe da Laurinha

"A Laurinha ter conquistado esse espaço hoje é uma vitória para mim e para todas as meninas que amam futebol"

A mãe afirmou ainda que o fato de Laurinha estar conquistando o espaço dela no futebol é gratificante para ela e garantiu que entrar em campo com o Vitória e ganhar a bolsa na escolinha do time ficará na cabeça da menina para sempre.

"Ela aos pouco está conquistando o espaço dela e por mérito dela, isso pra mim significa muito. Sei que são apenas os primeiros passos, mas tenho certeza que tudo que ela viveu hoje vai ficar na memória dela de uma maneira muito especial!", celebrou Laís.

Laurinha começa na escolinha do Vitória nesta segunda-feira (11) . A mãe dela contou que elas foram pegas de surpresa pelo presente.

"Ela começa na segunda-feira, já! E, como fomos pegos de surpresa,  vamos ter que providenciar a chuteira o mais rápido possível", disse Laís.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.