Erick Silva e família se recuperam após serem infectados pelo coronavírus

O lutador capixaba e todos os familiares que convivem com ele foram contaminados pelo Covid-19, mas já passam bem

Publicado em 06/04/2020 às 16h01
Atualizado em 06/04/2020 às 16h04
Erick Silva e família foram contaminados pelo Covid-19, mas passam bem
Erick Silva e família foram contaminados pelo Covid-19, mas passam bem. Crédito: Acervo Pessoal

O lutador Erick Silva e todos os seus familiares próximos foram infectados pelo novo coronavírus. Na manhã desta segunda-feira (06),  o capixaba de 35 anos decidiu tranquilizar o público e revelou que não só ele, mas sua esposa Isabela, 23, seus filhos Carlos, de apenas cinco meses, e Kalleu, de 10 anos, além de sua cunhada Carol, 26, e seus sogros Arilton, 58, e Jô, 52 foram contaminados com o Covid-19, mas passam bem. 

"Todos estão muito bem. A preocupação maior é a falta de informação, a ansiedade. Agora está todo mundo mais tranquilo. Até pedimos para as pessoas que trabalham na casa não virem, ficamos duas semanas entre a gente para isso passar. Seguimos as recomendações dos médicos", afirmou Erick Silva ao Combate.com. 

Após o susto, Erick também confirmou que todos seguem de quarentena na casa dos pais de Isabela, no Rio de Janeiro. O lutador usa o caso de sua família para alertar a população que pessoas de várias faixas etárias foram infectadas. Por isso,todos deve ficar atentos às orientações das autoridades médicas na prevenção ao novo coronavírus. 

"A família inteira pegou, estou na casa dos pais da minha esposa e todos nós tivemos os sintomas. O interessante é que temos pessoas de todas as idades, desde meu bebê de 5 meses, um filho de 10 anos, aí tem pessoas com 23 anos, 26, 35, 52, 58... Foram quase todas as idades e todos tivemos os mesmos sintomas, mas o problema maior é que, no começo, quando começamos a sentir os primeiros sintomas, a gente não sabia o que era. Começou com a minha esposa. No primeiro dia que ela sentiu, teve bastante dor de cabeça, calafrio, e a gente não se ligou. No começo ninguém se liga. Achamos que era alguma alergia, ela não sentia cheiro e gosto de nada. Depois foi minha sogra, ela também parou de sentir gosto, depois fui eu. Depois foi todo mundo tendo os mesmos", relatou ao Combate.com. 

Erick Silva acumula 20 vitórias e 11 derrotas em sua carreira no MMA. O capixaba se destacou no início de carreira em eventos menores, brilhou no Jungle Fight e teve seu auge no UFC, mas acabou fora da franquia após um sequência irregular. Hoje, o lutador compete no Bellator.

Coronavírus erick silva MMA

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.