ASSINE

Cimento queimado: faça você mesmo e decore sua casa

Apresentando baixo custo e facilidade na aplicação, esse tipo de acabamento tem sido usado para deixar ambientes mais charmosos e modernos

Tempo de leitura: 4min
Cimento queimado
O cimento queimado é uma excelente forma de dar uma nova cara ao ambiente. Crédito: Arquivo de Bia Margon

Ter a mesma decoração em casa cansa. Por outro lado, fazer uma reforma demanda tempo e, principalmente, dinheiro. Mas uma alternativa prática e barata tem ganhado as paredes dos imóveis: o cimento queimado, um acabamento moderno e que permite que você coloque a mão na massa.

De acordo com a arquiteta Bia Margon, o cimento queimado é uma tendência de decoração há muito tempo utilizada na construção civil. Apesar disso, o “boom” ocorreu apenas nos últimos cinco anos. Desde então, esse tipo de acabamento vem ganhando força e se tornando até um ponto de destaque em mostras de arquitetura e de design de interiores.

Para Margon, o sucesso é motivado pelas vantagens que o próprio cimento queimado oferece. “É versátil nas combinações,  sustentável e traz uma sensação de amplitude. Além disso, dá um ar charmoso e mais moderno para os ambientes.”, afirma a arquiteta.

ONDE APLICAR O CIMENTO QUEIMADO

Segundo Margon, o cimento queimado cabe tanto em casas quanto em projetos comerciais. No entanto, é importante considerar o efeito que esse tipo de acabamento terá em relação ao entorno em qualquer ambiente.

“O efeito cimento queimado pode ser utilizado em pisos, por meio de revestimentos, em paredes e teto. Há também aplicações mais variadas, como em bancadas e pias esculpidas em porcelanato. Além da versatilidade no uso, existe uma amplitude de combinações. Nem sempre o rústico e industrial precisam ser as escolhas dos estilos”, ressaltou.

Assim como Margon, a arquiteta Tássia Hoffmann acredita na versatilidade do cimento queimado. Mas, ao mesmo tempo, alerta para alguns tipos de cuidados.

“Não se recomenda, por exemplo, a utilização no interior do box dos banheiros, devido ao uso frequente de produtos que podem reagir ao material e alterar suas características”.

Cimento queimado
Projeto 3D da aplicação do cimento queimado como cabeceira da cama . Crédito: Arquivo de Bia Margon

CORES

De acordo com Margon, é possível brincar bastante com o restante da decoração. Prova disso é que o cinza do cimento queimado harmoniza facilmente com preto, branco e marrom. Mas vale ir além dessa cartela de cores neutras, afirma a arquiteta.

“Quem deseja um toque mais alegre, pode apostar em misturas com diferentes intensidades de amarelo, turquesa e coral, além de acabamentos metalizados."

Ainda, para Margon, as peças do mobiliário indo do clássico ao minimalista são formas excelentes de receber essas cores que complementam o cimento queimado.

COMO NÃO ERRAR?

Apesar de o céu ser o limite na criatividade, Margon dá uma dica para não errar: fazer simulações de cores na parede. Dessa forma, é possível garantir mais confiança em relação ao resultado.

Baseando-se na experiência da arquiteta, nos quartos, por exemplo, é válido aplicar o cimento queimado tanto em uma parede inteira como apenas na área da cabeceira. Já na sala de estar, é possível usar esse tipo de acabamento como se fosse um painel de televisão.

“Na varanda, uma boa opção é criar uma parede de fundo para expor as plantas. O tom do cimento fica incrível com folhagens verdes”, acrescentou Margon.

MATERIAIS NECESSÁRIOS

Cimento queimado
Projeto 3D de cimento queimado no banheiro . Crédito: Arquivo de Bia Margon

Existem várias maneiras de fazer uma parede de cimento queimado. "É um acabamento que pode sair do papel a partir do uso do cimento comum, massa corrida, massa acrílica ou textura pronta. Logo, há variação quanto aos materiais necessários, dependendo da escolha do interessado", esclarece Taíssa Hoffmann.

Por isso, se optar por cimento comum, você precisará de água, cimento, cola branca PVA, desempenadeira, borrifador, esponja e um balde. Já quem escolhe a massa acrílica, necessita ter em mãos os seguintes itens: esponja multiuso, fita crepe, corante preto à base de água, esponja de louça, saco plástico, lixa, massa acrílica branca e espátula.

No cimento queimado com base em massa corrida, é preciso de massa corrida branca, pigmento preto, fita crepe, jornal ou plástico bolha, esponja automotiva e um balde. Por fim, na textura pronta, além desse material específico, há a necessidade de comprar fita crepe, jornais, esponja, verniz acrílico (fosco ou brilhante) e um rolo.

COLOCANDO A MÃO NA MASSA

O engenheiro civil Hiago Comarela, 28 anos, se aventurou a colocar a mão na massa e adotou o cimento queimado como decoração. E de duas formas diferentes. Uma delas foi utilizando como material principal a massa acrílica, em que o capixaba aplicou no próprio quarto. Já a outra foi na sala de estar, escolhendo, desta vez, a textura pronta.

“Eu sempre vi o cimento queimado e achei muito bonito. Quando descobri que não era nenhum bicho de sete cabeças, eu decidi fazer em casa. Olhei alguns tutoriais na internet, juntei o que eu aprendi e coloquei em prática”, destacou o engenheiro.

Cimento queimado aplicado na sala

Cimento queimado
O acabamento cimento queimado aplicado na parede da sala do Hiago Comarela . Arquivo Pessoal de Hiago Comarela
Cimento queimado
O acabamento cimento queimado aplicado na parede da sala do Hiago Comarela . Arquivo Pessoal de Hiago Comarela
Cimento queimado
O acabamento cimento queimado aplicado na parede da sala do Hiago Comarela . Arquivo Pessoal de Hiago Comarela
Cimento queimado
O acabamento cimento queimado aplicado na parede da sala do Hiago Comarela . Arquivo Pessoal de Hiago Comarela
 O acabamento cimento queimado aplicado na parede da sala do Hiago Comarela
 O acabamento cimento queimado aplicado na parede da sala do Hiago Comarela
 O acabamento cimento queimado aplicado na parede da sala do Hiago Comarela
 O acabamento cimento queimado aplicado na parede da sala do Hiago Comarela

Comarela revela que, no caso do quarto, a mistura não ficou totalmente homogênea, o que deixou alguns pontos mais escuros. Por isso, aconselha o uso da textura pronta desse tipo de acabamento, que, segundo ele, renova qualquer tipo de cômodo. “O cimento queimado é uma textura que não pesa o ambiente. Não acumula sujeira como outros tipos de textura e dá um toque sofisticado”, contou.

PASSO A PASSO

A Tássia Hoffmann preparou um passo a passo para você que deseja aderir ao cimento queimado em alguma parede de casa ou escritório, com o uso de textura pronta. Confira!

  1. 01

    Proteja as paredes

    Proteja os arredores da parede escolhida para que a textura não vá para o teto, chão e outras paredes. Para isso, coloque fita crepe nas laterais e jornal no chão.

  2. 02

    Começando a aplicação

    Despeje a textura em uma bandeja, molhe a esponja na textura, tire o excesso e comece a aplicação. Comece pela parte de cima da parede e vá até o final. Lembre-se de fazer movimentos retos e não aleatórios, para que não fiquem marcas.

  3. 03

    Espere secar

    Espere a parede secar por pelo menos uma hora e comece a segunda demão.

  4. 04

    Terceira demão

    Caso queira ter um efeito mais suave, faça a terceira demão quando a parede secar novamente.

  5. 05

    Está pronto!

    Depois que secar, despeje o verniz acrílico em uma bacia. Passe o rolo sobre ele e aplique o produto na parede para protegê-la e melhorar o acabamento.

*Matheus Metzker foi aluno do 24º Curso de Residência da Rede Gazeta, sob supervisão da repórter Iara Diniz.

A Gazeta integra o

Saiba mais
decoracao imóveis Reforma Imóveis

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.