ASSINE

Estrela anuncia jogo com quantidade de ingressos acima do permitido pelo Governo

Nas redes sociais, clube informou que  vai vender 300 entradas. Mas portaria do governo estadual permite máximo de 100 pagantes

Publicado em 28/10/2020 às 21h14
Atualizado em 28/10/2020 às 21h14
Estrela já retomou as atividades e se prepara para o Capixabão
Estrela já retomou as atividades e se prepara para o Capixabão. Crédito: Estrela do Norte/Divulgação

Visando a retomada do Campeonato Capixaba, o Estrela do Norte irá realizar alguns amistosos de preparação. A primeira confirmação foi o "Troféu Camilo Cola", que será disputado contra o Rio Branco VN nos dias 07 e 14 de novembro. Antes dessa disputa, a equipe pretende fazer um jogo-treino contra um time amador, nesta sexta-feira (30), com a presença de público no Estádio Sumaré., em Cachoeiro de Itapemirim, Região Sul do Espírito Santo.

O primeiro teste oficial para o retorno do Estadual, paralisado em março por conta da Covid-19, será o jogo-treino contra o Bahia de Cachoeiro, que é o atual Campeão Municipal, e começará a partir das 20h, nos domínios do Estrela.

Como não é organizado pela Federação de Futebol do ES (FES), o clube divulgou em suas redes sociais o banner (veja imagem abaixo) contendo informações sobre a presença de torcedores, um número exato de 300 pessoas, mantendo as medidas e protocolos de segurança de combate ao coronavírus como o distanciamento, o uso de máscaras e álcool em gel. O valor dos ingressos será de R$ 10,00.

No entanto, o atual decreto em relação a eventos esportivos, publicado pelo governo do Estado tem limite de 100 pessoas nos estádios em todo o Espírito Santo. A decisão foi publicada no dia 19 de setembro, em edição extra do Diário Oficial. Além de também delimitar a ocupação dos espaços com uma pessoa a cada 10 metros quadrados. A FES ainda não liberou torcedores nos campeonatos de competência estadual (Séries A e B do Capixaba). 

A reportagem entrou em contato com o vice-presidente do Estrela, Carlos Madella, e questionou acerca do número de pessoas três vezes maior do que o permitido pelo decreto, e teve como resposta uma indefinição quanto a possibilidade de público, diferentemente do que está sendo anunciado nas redes sociais.

"Ainda não temos definições oficiais sobre a presença de público, uns falam em 300 pessoas, outros falam em 100 e alguns ainda dizem que é proibido, em meio a isso, vamos consultar nosso departamento jurídico e seguir todas as regras procedimentais", afirmou o dirigente. 

FESTAS E EVENTOS SOCIAIS PODEM TER 300 PESSOAS

Em uma outra portaria, que passou a valer no dia 23 deste mês, o governo do Estado liberou eventos sociais com até 300 pessoas. Entretanto, o decreto é válido para festas e casamentos em cerimoniais, e não contempla eventos em estádios ou em qualquer outra praça esportiva.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.