ASSINE

Com gol de Paulinho, ex-Flamengo, Rio Branco bate a Desportiva no Capixabão

Na partida que marcou o retorno do Campeonato Capixaba, o Capa-Preta venceu o clássico por 2 a 1 e leva a vantagem do empate para o jogo de volta

Publicado em 21/11/2020 às 20h49
Jogadores do Rio Branco comemoram o gol da vitória sobre a Desportiva
Jogadores do Rio Branco comemoram o gol da vitória sobre a Desportiva. Crédito: Alef Jordan/ Rio Branco

No jogo que marcou o retorno do Campeonato Capixaba depois de nove meses paralisado por conta da pandemia de Covid-19, brilhou a estrela do atacante Paulinho, ex-Flamengo, que marcou o gol da vitória do Rio Branco sobre a Desportiva por 2 a 1, na noite deste sábado (21), no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica. O Capa-Preta larga em vantagem nas quartas de final e agora pode até empatar o jogo de volta que garante a classificação às semifinais. 

Rio Branco e Desportiva voltam a campo para o clássico que decide qual equipe avança na competição no próximo sábado (28), às 19h, no Estádio Engenheiro Araripe, em Cariacica.

O JOGO

Como esperado, um clássico bem equilibrado nos primeiros 45 minutos. O Capa-Preta foi mortal e preciso numa das poucas chances que teve. Aos 18 minutos, Marinho aproveitou cruzamento da direita e chutou para vencer o goleiro Felipe.A Desportiva teve mais volume de jogo, atacou mais, porém esbarrou na inoperância ofensiva dos seus atacantes, que chegaram com perigo apenas uma vez, na bola que Wesley Café mandou no travessão. 

O segundo tempo começou da mesma forma que o primeiro terminou, com a Locomotiva Grená com mais volume de jogo, mas dessa vez, a equipe de Jardim América conseguiu balançar as redes. Aos 10 minutos, Leandro Teixeira fez ótima enfiada para Matheus Bidick, que aplicou um drible de corpo em Círio, invadiu a área e bateu com a perna canhota, sem defesa para Diogo: 1 a 1. 

A Desportiva continuou dominando as ações, mas esbarrou nas limitações do seu sistema ofensivo e não conseguiu virar a partida. E como diz o ditado: "Quem não faz, leva". Encolhido no jogo,  o Rio Branco conseguiu chegar à vitória em bela jogada aos 42 minutos. Gil Mineiro fez um lindo lançamento para Paulinho, que caiu atrás da zaga grená. O atacante dominou e bateu na saída do goleiro Felipe para desempatar a partida e sacramentar a vitória capa-preta.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.