ASSINE

Com defesa sólida, Vila Nova agora trabalha para melhorar o ataque

Equipe capixaba não sofreu gols na Série A2 do Brasileiro, mas também não conseguiu balançar as redes adversárias

Rede Gazeta
Publicado em 28/10/2020 às 15h01
Tuanny, zagueira do Vila Nova em lance na partida contra o Real Brasília
Tuanny, zagueira do Vila Nova em lance na partida contra o Real Brasília. Crédito: Marlyson Tadino/Vila Nova

Duas rodadas após o início da Série A2 do Brasileirão Feminino, somente 8 das 36 equipes ainda não tiveram as redes balançadas pelos adversários. O Vila Nova, que está no Grupo E, e jogou as duas primeiras partidas fora de casa, contra o Atlético-MG e Real Brasília, é uma destas equipes.

Se fora de campo o entrosamento da zaga capixaba vem sendo notado e elogiado pelo técnico Luciano Tadino, dentro das quatro linhas, as jogadoras também destacam o bom funcionamento da setor defensivo, que ainda não foi vazado na competição. “Estamos nos saindo bem, ajudando a equipe, e fico muito feliz pelo time não estar sofrendo gols nesse momento”, conta Tuanny Tonete, zagueira da equipe.

Apesar do sucesso da defesa até aqui, o ataque da equipe capixaba segue ineficiente. O Vila Nova é uma das sete equipes que ainda não marcaram gols nesta edição da Série A2. Em busca da primeira vitória na competição e da liderança do Grupo E, a equipe tem treinado para articular melhor as jogadas, como destaca Tuanny. “Nosso meio não se encaixou no último jogo. Precisamos trabalhar do meio pra frente, para que funcione melhor.”, pontua.

Segundo a atacante Luana Tonete, o fato de jogar em casa mesmo sem torcida, no próximo domingo (01) contra o Goiás, deixa a equipe mais confiante. Mesmo assim, Luana também ressalta que o meio-campo precisa funcionar mais. “No último jogo nossa parte defensiva funcionou bem, mas precisamos aproveitar mais as oportunidades de marcar e trabalhar mais o nosso meio-campo. Nosso único pensamento é a vitória, porque jogaremos em casa e temos que impor nosso ritmo de jogo”, concluiu.

Luana, atacante do Vila Nova
Luana, atacante do Vila Nova. Crédito: Marlyson Tadino/Vila Nova

O Vila Nova enfrenta o Goiás no domingo (01), às 15h, no Kleber Andrade, em partida válida pela terceira rodada da competição nacional. 

* Maiara Dal Bosco é aluna do 23º Curso de Residência em Jornalismo da Rede Gazeta e foi supervisionada pelo editor Filipe Souza.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.