ASSINE

Acidente entre carro e caminhão deixa motorista em estado grave em Guarapari

Condutor do caminhão foi socorrido em estado grave para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência, em Vitória. O veículo ficou tombado na pista e houve vazamento de óleo

Publicado em 23/10/2021 às 19h31
Acidente na Rodovia do Sol
Acidente na Rodovia do Sol: caminhão ficou tombado na pista. Crédito: Luciney Araújo/TV Gazeta

Um acidente envolvendo um carro de passeio e um caminhão, registrado por volta das 17h deste sábado (23), na praça do pedágio da Rodovia do Sol, em Guarapari, deixou um caminhoneiro em estado grave. O filho dele também ficou ferido.

Segundo a Polícia Militar, a condutora do veículo menor estava alcoolizada e foi encaminhada para uma delegacia. O caminhão ficou tombado na pista e houve vazamento de óleo.

Carros de resgate da Rodosol, concessionária que administra a via, foram até o local. O trecho precisou ser interditado para limpeza da pista e atendimento ao motorista do caminhão e ao filho dele. O homem foi levado em estado grave para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência, em Vitória. Não há informações sobre a unidade para onde o outro ferido foi levado.

Acidente na Rodovia do Sol

De acordo com a PM, em nota enviada à reportagem, o condutor do caminhão não tinha habilitação para dirigir veículo de carga. A corporação informou ainda que um homem se identificou como passageiro do veículo de passeio e disse aos militares que os dois veículos trafegavam sentido Guarapari - Vila Velha, quando o caminhão teria mudado de faixa bruscamente, fechando o carro e ocasionando o acidente.

A Polícia Militar informou que, ao se apresentar para os militares, a motorista do carro relatou a mesma versão que o passageiro para os policiais. Ela fez o teste do bafômetro, que deu positivo para a ingestão de bebida alcoólica. A mulher recebeu voz de prisão e, segundo a PM, os militares solicitaram que ela permanecesse sentada no banco de trás da viatura.

MOTORISTA PRECISOU SER CONTIDA

Ainda de acordo com nota da Polícia Militar, inicialmente, a motorista do carro obedeceu à ordem dos militares, porém, algum tempo depois, ela teria se alterado e descido viatura, proferindo xingamentos a um dos policiais, que determinou que ela retornasse para o interior do veículo policial.

"Com a desobediência da condutora, foi necessária a condução da mulher para o compartimento de segurança. No entanto, ela resistiu à condução e entrou em luta corporal com um PM, sendo necessário o apoio de populares, que estavam no local, para contê-la", disse a corporação, em nota.

A PM disse ainda que, após a contenção e condução até o compartimento de segurança da viatura, a mulher ainda usava as pernas para impedir que os policiais fechassem o compartimento e um dos militares utilizou o bastão anti-tumulto como alavanca, na tentativa de tirar as pernas da mulher da tampa do compartimento de segurança da viatura e fechá-lo, porém, não teve êxito.

"Também foi utilizado spray na tentativa de conter a mulher, para que não fosse utilizada mais força, mas não foi o suficiente para que a detida liberasse a porta do compartimento. Novamente, um dos policiais utilizou o bastão, atingindo o calcanhar da mulher por baixo da porta do compartimento de segurança", disse a Polícia Militar.

Segundo a corporação, com a ajuda de terceiros, os militares conseguiram fechar a tampa do compartimento de segurança da viatura. A motorista do carro foi encaminhada para a UPA de Guarapari e, posteriormente, levada para a Delegacia Regional do município. 

A Polícia Civil informou que, na Delegacia Regional de Guarapari, a condutora foi autuada em flagrante por embriaguez ao volante e desobediência e foi liberada para responder em liberdade, após o recolhimento da fiança arbitrada pelo delegado de plantão.

Na manhã desta segunda-feira (25), a reportagem perguntou à Polícia Civil o nome da mulher detida. Por nota, a corporação informou que "em observância à Lei Federal nº 13.869, de 5/09/2019, também conhecida como Lei de abuso de autoridade, a PCES só divulga nomes de suspeitos após o Ministério Público oferecer denúncia", destaca.

Sobre o valor da fiança,  assessoria respondeu "que não tem autorização para passar esse tipo de informação".

Atualização

25 de Outubro de 2021 às 12:55

Após a publicação desta matéria, a Polícia Militar e a Polícia Civil responderam à demanda da reportagem, detalhando como ocorreu o acidente e a autuação da condutora do carro. O texto foi atualizado.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Guarapari Rodosol acidente rodovia do sol

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.