ASSINE

Acidente na BR 262: caminhoneiro e advogada se casariam neste ano

Andrieverson Rocha e Amanda Beltrame estavam juntos há cinco anos. Eles morreram após o caminhão em que estavam tombar e capotar na véspera do réveillon, em Marechal Floriano

Tempo de leitura: 2min
Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 01/01/2022 às 18h32
Próximo ao Posto do Café
Amanda Beltrame e Andrieverson Rocha morreram em acidente na BR-262. Crédito: Arquivo Pessoal

Segundo a prima de Amanda, a confeiteira Angelita Davel, de 41 anos, ela esteve com a prima cerca de um mês atrás e não conhecia Andrieverson pessoalmente. "Ele morava no distrito de Victor Hugo, para onde eles seguiam no momento do acidente. A Amanda foi uma criança doce, alegre, carinhosa, a primeira filha da minha tia. Era advogada há mais ou menos 3 anos, estava com o escritório dela, trabalhando e ajudando a mãe, que faz trabalhos manuais, com costura", disse.

Angelita Davel

Prima de Amanda

"Fomos pegos de surpresa ontem, por volta das 17h. Até então, não sabíamos nada direito, descobrimos através de uma prima nossa, que é policial e foi avisada em um grupo. Não pude ir ao velório porque estou cuidando da minha mãe, mas meus irmãos foram. O corpo chegou às 16h10 e o enterro foi por volta das 18h, no único cemitério de Victor Hugo"

Angelita contou que a notícia da morte da prima e do noivo foi um grande choque. "O que vamos guardar é o sorriso dela, de uma foto que tenho salva das redes sociais. Isso ficará na lembrança", desabafou.

A Caixa de Assistência dos Advogados do Espírito Santo (CAAES) se manifestou sobre a morte de Amanda, lamentando o ocorrido. "Ela estava na companhia do noivo, que também faleceu, em um acidente em Marechal, próximo à região do Posto do Café. A CAAES expressa os mais sinceros pêsames a familiares e amigos do casal. Que Deus possa confortar os corações e ajudar a superar esse momento de dor", publicou.

RELEMBRE O ACIDENTE

Amanda Beltrame e Andrieverson Rocha morreram em um acidente na tarde desta sexta-feira (31) na BR-262, em Marechal Floriano, Região Serrana do Espírito Santo.

Casal morreu depois que caminhão carregado de inhame tombou na BR-262 em Marechal Floriano
Casal morreu depois que caminhão carregado de inhame tombou na BR-262 em Marechal Floriano. Crédito: Internauta

De acordo com as informações iniciais da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o casal estava em um caminhão carregado de inhame que tombou e capotou na pista.

O acidente aconteceu na altura do quilômetro 61, próximo à região do Posto do Café, por volta de 14h20. O veículo ficou na lateral da rodovia e a carga espalhada no entorno do caminhão. O trânsito não foi interditado, mas o tráfego segue lento na região. A perícia da Polícia Civil foi acionada.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.