ASSINE

Pesquisa Ipec: governo Casagrande é avaliado como bom ou ótimo por 47%

Gestão do atual governador do ES é vista como positiva por todos os segmentos, com poucas variações entre os recortes de renda familiar, religiões, escolaridade, idade e gênero

Tempo de leitura: 3min
Vitória
Publicado em 03/05/2022 às 11h25
Renato Casagrande: Ipec perguntou como entrevistados avaliam o governo
Renato Casagrande: Ipec perguntou como entrevistados avaliam o governo. Crédito: Arte A Gazeta

A administração do governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), foi avaliada positivamente por 47% dos capixabas, conforme dados da pesquisa feita pelo Ipec a pedido da Rede Gazeta, divulgada nesta segunda-feira (2). Para 33% desse total, a gestão dele é boa. Para 14%, é ótima.

Para 36% dos entrevistados, o governo de Casagrande é regular. Já os que avaliaram de forma negativa a atual administração estadual somam 15%, sendo que 10% a consideraram péssima e 5% a avaliaram como ruim.

Não sabem avaliar ou preferiram não opinar sobre a gestão do socialista 2% dos entrevistados na pesquisa.

AVALIAÇÃO POR GÊNERO, RAÇA, RELIGIÃO E ESCOLARIDADE

O governo Casagrande é avaliado de maneira positiva por todos os segmentos, com poucas variações entre os recortes de renda familiar, religiões, raças e cor, escolaridade, idade e sexo.

Um dos destaques é a avaliação para o público de 60 anos ou mais de idade, entre os quais a gestão socialista atinge 60% de bom (37%) e ótimo (23%).

O outro índice mais positivo vem dos entrevistados que têm ensino fundamental, que atinge 56%, sendo 36% que consideram a gestão boa e 20% que a avaliam como ótima.

Na opinião dos entrevistados, de acordo com a religião deles, o governo Casagrande alcança uma avaliação mais positiva entre os católicos (55%) em comparação com os evangélicos (38%). 

Por outro lado, o maior índice de avaliação negativa da administração de Casagrande vem das pessoas com renda acima de cinco salários mínimos, cuja soma atinge 20% (13% péssima e 7% ruim).

A CEO do Ipec, Márcia Cavallari, destaca que, com o bom resultado da avaliação da sua gestão, Casagrande começa a disputa eleitoral em um patamar bem favorável, “mas não se pode dizer que esse cenário está consolidado”. 

“Os eleitores ainda não estão focados no processo decisório. De maneira geral, normalmente após uma semana do início do horário eleitoral a gente começa a ter as pessoas mais conectadas com o processo eleitoral”, conclui Cavallari.

O Ipec é um instituto de pesquisa criado por ex-executivos do Ibope Inteligência, que encerrou suas atividades em 2021.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.