ASSINE

Papo de Colunista: religião e política, o que tenho a ver com isso?

Colunistas de A Gazeta receberam Kenner Terra, pastor, escritor e professor, para falar sobre a complexa relação entre política e religião

Publicado em 14/07/2021 às 09h58

Nesta quarta-feira (14), os colunistas Beatriz Seixas, Leonel Ximenes e Rafael Braz receberam o pastor Kenner Terra para falar sobre a relação entre política e religião. Nas últimas eleições municipais, 485 candidatos com título religioso no nome de urna foram eleitos vereadores ou prefeitos Brasil afora. No governo federal, os discursos religiosos ganham espaço a ponto de o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmar que irá indicar um ministro "terrivelmente evangélico" ao Supremo Tribunal Federal.  O que isso importa em um país com laicidade garantida pela Constituição Federal? Política e religião devem caminhar tão próximos?

Kenner Terra é pastor, escritor, professor, secretário da Associação Brasileira de Pesquisa Bíblia (Abib), membro do Rede Latino-americana de Estudos Pentecostais (Relep) e coordenador do Grupo de Pesquisa Linguagens da Religião. Em recente texto publicado em A Gazeta, Terra critica a associação de que todos os evangélicos devem apoiar Jair Bolsonaro na luta que o presidente diz travar contra "forças malignas". 

Papo de Colunista:  religião e política, o que tenho a ver com isso?
Papo de Colunista: religião e política, o que tenho a ver com isso?. Crédito: Arte Geraldo Neto

"Com esse perigoso discurso e distorcida hermenêutica bíblica, mesmo o governo sendo um negacionista irresponsável e estar na mira de investigações por corrupção e improbidades, todos os seus críticos são automaticamente identificados como aliados do diabo contra o suposto 'escolhido pela igreja'", escreveu o pastor.

O Papo de colunista foi realizado em formato de live, com entrevista transmitida nos perfis da A Gazeta no Facebook e no YouTube e está disponível nesta matéria (confira abaixo). O bate-papo também está disponível em podcast na plataforma de sua preferência (ouça no início deste texto).

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.