ASSINE

Casagrande diz que vai processar quem espalhou vídeo antigo de festa junina

Vídeo foi gravado em 2017 e compartilhado como se fosse recente. O governador Renato Casagrande postou em seu perfil no Twitter que  vai processar os responsáveis por divulgar as imagens com o intuito de "confundir a população"

Publicado em 05/07/2020 às 09h27
Atualizado em 08/07/2020 às 18h20
Renato Casagrande aparece em vídeo de festa junina de 2019
Renato Casagrande aparece em vídeo de festa junina de 2019. Crédito: Reprodução / Vídeo

O governador Renato Casagrande (PSB) informou que vai processar quem compartilhou o vídeo antigo em que ele aparece dançando em uma festa junina. A informação foi postada pelo governador em seu  perfil no Twitter. Nas imagens, Casagrande aparece sorrindo ao participar, com outras pessoas, de uma brincadeira conhecida como "dança das cadeiras". O governador mencionou na rede social que o vídeo é antigo.

Em sua mensagem no Twitter, Casagrande disse que o vídeo seria de 2019, mas, após a publicação da matéria e questionamento da reportagem de A Gazeta sobre a data da gravação, o governo corrigiu a informação informando ser de 2017, reafirmando que não é atual. 

Embora o vídeo não seja novo, algumas pessoas têm compartilhado as imagens nas redes sociais e grupos de WhatsApp insinuando que a gravação é recente e criticando que a postura de Casagrande estaria em desacordo com o momento de pandemia do novo coronavírus, quando as recomendações do governo do Estado são para que a população mantenha o isolamento social.

Na noite deste sábado (4), o governador usou a rede social para falar sobre a ação dos que "insistem em tentar confundir a cabeça da população com notícias falsas" e prometeu processar os envolvidos na propagação de notícias falsas.

O evento do qual Casagrande participou, onde o vídeo foi gravado, foi uma festa privada, na casa de amigos do governador, em Victor Hugo, na região Serrana do Estado. A reportagem entrou em contato com o dono do sítio, Carlos Curto, que organiza todos os anos a festa junina. Segundo ele, em 2020, por conta da pandemia, o evento não aconteceu.

"Eu sou produtor rural, moro aqui há 20 anos, sempre realizo a festa, mas esse ano não tinha condições. Nós estamos em isolamento. É uma situação muito desagradável acusarem de que estamos indo de encontro com as determinações para a Covid-19. Sou aposentado, estou no grupo de risco, não faria festa neste cenário de pandemia", afirmou Carlos Curto.

Uma das participantes da festa, Brunella Lacerda, contou à reportagem que no vídeo está inclusive um tio dela, que já faleceu. Em seu computador, ela guardava fotos do dia da festa. Nos arquivos, o registro de data do descarregamento das imagens é de junho de 2017.

Registro mostra que fotos da festa foram feitas em 2017
Registro mostra que fotos da festa foram feitas em 2017. Crédito: Reprodução

PROCESSOS

No final do mês passado o governo do Estado fez uma ofensiva contra os ataques e desinformações nas redes sociais e informou que a Polícia Civil no Espírito Santo já possui um inquérito aberto para investigar disseminação de informação falsa.

Na ocasião, a reportagem citou que em 100 dias (até o fim de junho) foram movidos cinco processos na Justiça Comum, de maneira particular, pelo governador. Em todos eles, foram concedidas liminares para que os conteúdos fossem removidos das redes. Paralelamente, a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) também tem feito ofensivas contra os ataques que, para o governo, possam trazer prejuízo para a população.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.