ASSINE

Vídeo: ladrão fica mais de 4 horas em loja durante furto em Cachoeiro

Proprietário do estabelecimento divulgou imagens que mostram o criminoso deixando o local, após furtar cerca de R$ 600,00 do caixa da loja na manhã de domingo (10)

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 13/10/2021 às 20h50
Bandido furta loja e fica mais de quatro horas no local
Bandido furta loja e fica mais de quatro horas no local . Crédito: Reprodução/ Videomonitoramento

Um criminoso invadiu uma loja de venda de pipas e ficou no estabelecimento por mais de quatro horas até deixar o local, levando R$ 600 do caixa do estabelecimento no bairro Alto Novo Parque, em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo.  O furto aconteceu na manhã do último domingo (10) e câmeras de segurança filmaram o criminoso fugindo. Segundo o comerciante José Luiz Beltrão Marcate, de 45 anos, o bandido chegou a beber dois refrigerantes durante o tempo que permaneceu no imóvel. Veja o vídeo:

Bandido furta comércio e passa mais de quatro horas no local em Cachoeiro

O proprietário da loja, conhecido na região pelo apelido de Zé do Caixão, disse que as câmeras de segurança de seu comércio, que fica ao lado de sua casa, foram colocadas justamente para flagrar furtos ao estabelecimento.

“Em um ano, essa foi a terceira vez que fui alvo. Eu e minha família não estávamos em casa. O rapaz desceu por um barranco de um terreno vizinho, entrou por uma basculante, revirou algumas coisas e quebrou quatro carretilhas de pipa. O fato estranho é que ele ficou na loja por quase quatro horas e meia, e até tomou duas coca-colas. Ele entrou às 7h33 e saiu às 11h48”, contou.

O comerciante contou que retornou para casa logo após a saída do bandido e, após ver o local revirado, checou as imagens. Como não havia registro do rapaz saindo do imóvel, ele chegou a desconfiar que o homem ainda estava no estabelecimento. “Adiantei muito as imagens. Ele saiu pulando o portão, parecia meio desnorteado e até deixou o chinelo para trás. Chamei a polícia e fiz um boletim de ocorrência para me resguardar”, disse Luiz, o Zé do Caixão.

Procurada pela reportagem nesta quarta-feira (13), a Polícia Militar disse que diariamente realiza abordagens, cercos táticos e blitze de trânsito no bairro, além do policiamento ostensivo. Como meio de prevenção, orientou que as pessoas não deixem muito dinheiro em casa ou joias de valor, não coloque cadeados virados para o lado de fora, pois isso é sinal que o morador está viajando. Caso alguém perceba uma movimentação estranha, uma viatura deve ser acionada pelo Ciodes (190).

Já a Polícia Civil informou que o fato será investigado por meio da Delegacia Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Cachoeiro de Itapemirim, e destacou que a população pode auxiliar na investigação por meio do Dique-Denúncia 181.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.