ASSINE

Suspeito de matar cantor sertanejo e mulher é preso no ES

Carlos Pastor Neto foi encontrado morto com Maria das Graças Xavier no dia 14 de julho em uma fazenda da cidade. O homem preso estava em casa

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 04/08/2021 às 12h43
Homem e mulher são assassinados em fazenda de Muqui
Homem e mulher são assassinados em fazenda de Muqui. Crédito: Reprodução/TV Gazeta Sul

A polícia prendeu na manhã desta quarta-feira (4), em Muqui, no Sul do Espírito Santo, o homem suspeito de matar o cantor sertanejo Carlos Pastor Neto e a empregada doméstica Maria das Graças Xavier. Os dois foram encontrados mortos na fazenda onde trabalhavam no município, no dia 14 de julho. 

A prisão foi durante operação em conjunto da Polícia Militar e da Polícia Civil. Segundo o Major Nério Filho, quatro pessoas foram detidas durante a operação, sendo uma delas o suspeito de matar o casal. Ele estava em casa. A polícia não divulgou a identidade do suspeito. 

Além dele, outros três foram detidos, dois por tráficos e o outro por outro homicídio ocorrido em Muqui. Também foram apreendidos: 25 buchas, uma porção pequena e um tablete de 37g de substância análoga à maconha; um papelote grande de substância análoga à cocaína; 113 pedras de substância análoga a crack; uma balança de precisão; uma motocicleta com restrição de furto e seis aparelhos telefônicos.

O CRIME

O duplo homicídio aconteceu no interior de Muqui, na localidade de Santa Rita e as vítimas trabalhavam na fazenda. Maria das Graças Xavier Nalim Franzoni, tinha 48 anos e trabalhava como empregada doméstica. Já Carlos Pastor Neto, de 49 anos, era o caseiro do local e cantor sertanejo. Os dois foram encontrados com marcas de tiros à noite e, inicialmente, nenhum objeto foi roubado do local.

Entrada da fazenda onde crimes aconteceram em Muqui
Entrada da fazenda onde crimes aconteceram em Muqui . Crédito: Reprodução/ TV Gazeta Sul

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.