ASSINE

Preso suspeito de matar homem por ciúme da esposa em Vila Valério

Segundo a Polícia Civil, ele acreditava que a vítima mantinha um caso com a esposa dele. O idoso estava na casa do irmão, em Atílio Vivacqua, quando foi preso nesta segunda (4)

Tempo de leitura: 2min
Linhares
Publicado em 04/04/2022 às 15h37

Um homem de 73 anos foi preso na manhã desta segunda-feira (4) em Atílio Vivacqua, no Sul do Espírito Santo, suspeito de ter assassinado Geraldo Lemos, de 62 anos, que ele acreditava ter um caso com a esposa dele. O crime aconteceu no dia 25 de março, na zona rural de Vila Valério. A Polícia Civil não informou a identificação do suspeito.

Segundo a delegada Gabriella Zaché, titular da Delegacia de Jaguaré, o indivíduo teve mandado de prisão temporária expedido por ordem judicial. Ele estava na casa do irmão. Testemunhas contaram para a Polícia Civil que Geraldo e a esposa do suspeito não se relacionavam. “O autor era extremamente ciumento, já agrediu a esposa e alegava que ela tinha caso com vários homens. As testemunhas alegam que a esposa e vítima não tinham qualquer relacionamento, que era tudo da cabeça do autor”, disse.

Local onde homem foi preso, em Atílio Vivácquq
Local onde homem foi preso, em Atílio Vivácqua. Crédito: Divulgação/PCES
Suspeito estava na casa do irmão, em Atílio Vivácqua
Suspeito estava na casa do irmão, em Atílio Vivácqua. Crédito: Divulgação/PCES

Segundo as investigações, o crime foi premeditado. “No dia anterior, ele limpou a arma do crime, o que ele não costumava fazer. Ainda ficou constatado durante as investigações que antes do crime ele ameaçou matar a esposa e a vítima”, informou Zaché.

Ainda segundo a delegada, a arma do crime, um revólver calibre 38, já havia sido apreendida cinco dias após o crime, no dia 30 de março, com um casal, que vive na zona rural de São Mateus. No dia da prisão, o casal foi conduzido até a Delegacia de São Mateus, onde foi autuado em flagrante pelo crime de posse irregular de arma de fogo e liberado após o pagamento de fiança.

O preso foi encaminhado ao Plantão da Delegacia de Polícia de Cachoeiro de Itapemirim para as providências de praxe e, posteriormente, será encaminhado ao sistema prisional.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.