ASSINE

Estupros não foram confirmados antes por estratégia, diz polícia do ES

Após a prisão de um suspeito na quinta-feira (24), a PC afirmou que o acusado é o mesmo que estaria agindo no Centro da Capital, como diziam mensagens que viralizaram na última semana, mas que não divulgou os casos antes para não atrapalhar as investigações

Publicado em 25/10/2019 às 18h09
Glaupiherle Grasielo Rocha foi preso acusado de cometer estupros na Grande Vitória. Crédito: Divulgação/Polícia Civil
Glaupiherle Grasielo Rocha foi preso acusado de cometer estupros na Grande Vitória. Crédito: Divulgação/Polícia Civil

Na última semana, textos de alerta de estupros na Grande Vitória, principalmente no Centro da Capital, circularam na Internet. A reportagem chegou indagar as polícias Civil e Militar sobre o assunto na quarta-feira (23), que afirmaram não haver registros desse tipo de crime nas últimas semanas. Após a prisão de um suspeito nesta quinta-feira (24), a Polícia Civil afirmou que o acusado é o mesmo que estaria agindo no Centro de Vitória, como diziam as mensagens, mas que não divulgou os casos antes para não atrapalhar as investigações.

MENSAGENS DE ALERTA

A mensagem com maior número de compartilhamentos, feita no Twitter na noite de segunda-feira (21), dizia: "Atenção mulheres do Centro de Vitória! Tem um homem de carro que está andando pelo Centro de Vitória pegando mulheres e estuprando com materiais cortantes, fiquem atentas, andem juntas e no meio da rua, já foram 2 casos esta semana, do mesmo homem", disse.

Mensagem de alerta de estuprador agindo em Vitória assustou internautas. Crédito: Reprodução Twitter
Mensagem de alerta de estuprador agindo em Vitória assustou internautas. Crédito: Reprodução Twitter

Até a tarde de terça-feira (23), a mensagem já tinha cerca de 3.500 compartilhamentos. Nos comentários, outros usuários diziam que o mesmo criminoso estaria agindo em Cariacica: "As informações que eu eu tenho é que são cinco vítimas em um só hospital e que ele fez ataque na Rodovia do Contorno (que liga Cariacica e Serra). Então assim, todas muito atentas em todas as regiões da Grande Vitória", alertou.

Outra chegou a dar mais detalhes das possíveis ações: "Soube que eram de Cariacica. Parece que usuárias de drogas. (O criminoso) atrairia com droga, levaria pro mato e estuprava. Até semana passada eram 5 ou 6. Relatos de pessoas que trabalham no hospital. Não entendi porque não tem uma notícia", afirmou

POLÍCIA NEGOU CASOS

Na última quarta-feira (23) a reportagem entrou em contato as polícias Civil e Militar para saber se havia algum registro de crimes desse tipo em Vitória e Cariacica nas últimas semanas. Mas tanto a PM quanto a PC, informaram que não havia sido localizada nenhuma ocorrência com essas características.

Por nota, a Polícia Civil informou: "Não localizamos nenhuma ocorrência com essas características no Plantão Especializado da Mulher (PEM) e nas Delegacias Especializadas de Atendimento a Mulher (Deans) de Vitória e Cariacica. A Polícia Civil orienta que as vítimas desse tipo de caso registrem a ocorrência em qualquer delegacia, para que os suspeitos sejam identificados e punidos". 

Também procurada, a Polícia Militar informou que não localizou nenhuma ocorrência do tipo no sistema da PM nos últimos dias. Apenas nesta sexta-feira (25) A PC confirmou os casos. 

POLÍCIA PRENDE ACUSADO

Delegada Claudia Dematté. Crédito: Isaac Ribeiro
Delegada Claudia Dematté. Crédito: Isaac Ribeiro

O microempresário do ramo da construção civil Glaupiherle Grasielo Rocha, 36 anos, foi preso acusado de estuprar oito mulheres na Grande Vitória. Glaupiherle foi detido em casa na manhã desta quinta-feira (24), no bairro São Francisco, em Cariacica. A delegada Claudia Dematté pediu a divulgação da foto do suspeito para ver se novas vítimas denunciam.

A reportagem mostrou uma das mensagens de alerta de estuprador agindo no Centro de Vitória que viralizou na última semana à delegada Fernanda Diniz, titular da Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (Deam) de Cariaica. A delegada informou que Glaupiherle é o mesmo estuprador descrito nas mensagens. 

Segundo Dematté e Fernanda Diniz, o suspeito atacava mulheres em ruas da Serra, Vitória, Cariacica e Vila Velha. Ele abordava as vítimas em uma picape Saveiro de cor branca.

Imagens da casa do suspeito de estuprar oito mulheres no ES. Crédito: Divulgação/Polícia Civil
Imagens da casa do suspeito de estuprar oito mulheres no ES. Crédito: Divulgação/Polícia Civil

Com uma arma, ele ameaçava de morte, obrigava elas a entrarem no veículo e, na maioria dos casos, levava as mulheres para um local ermo às margens da Rodovia do Contorno, na maioria das vezes, à noite. Segundo informações da polícia, ele introduzia arma, pedaços de madeira e barras de ferro nas vítimas.

A Gazeta integra o

Saiba mais
cariacica centro de vitoria estupro grande vitória polícia civil

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.