Operação que investiga fuzis de guerra prende 13 suspeitos no ES

Com as detenções e apreensões, a polícia acredita romper um forte elo do grupo criminoso, mostrado nas investigações como uma quadrilha que possui grande "poder de fogo"

Publicado em 24/04/2020 às 21h20
Atualizado em 24/04/2020 às 21h20
Três fuzis, munição e drogas são apreendidos em Cariacica
Polícia quer saber como três fuzis de guerra chegaram em Cariacica. Crédito: Reprodução/Instagram/@claudinhagdias 04/11/2019

Três armas foram apreendidas e 13 pessoas foram detidas em flagrante durante uma operação da Polícia Civil, em conjunto com a Polícia Militar, em todo o Espírito Santo, nesta sexta-feira (24). A ação visa investigar três fuzis usados em guerra de calibre 762 - conhecido como AK-47, que foram encontrados em Cariacica, em novembro de 2019. Com as detenções e apreensões de três armas, a polícia acredita romper um forte elo do grupo criminoso, mostrado nas investigações como uma quadrilha que possui grande "poder de fogo". 

De acordo com o delegado Cristian Waichert, da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), a ação faz parte da 4ª fase da Operação Caim - que visa diminuir a criminalidade no Estado. 

Nesta sexta (24), o objetivo era buscar mais elementos para a apuração que envolve os dois fuzis AK-47 encontrados por policiais no bairro Itaquari, em Cariacica, no dia 03 de novembro de 2020. A ideia era cumprir 26 mandados de busca e apreensão para ampliar a investigação, fundamentar pedidos de prisão e relatar o inquérito com novas informações para desarticular a organização criminosa.

"Conseguimos romper o elo dessa uma organização criminosa de alto poder de fogo, situada em Cariacica, com apoio do Serviço Inteligência da PC e do 7° Batalhão da Polícia Militar. A investigação da Desarme, que quer saber como essas armas chegaram e quem trouxe para o Estado, chegou à organização criminosa que atua no bairro Itaquari. O inquérito continua e haverá novas diligências. Durante o cumprimento, houve apreensões e prisões em flagrante", afirmou. 

Operação que investiga fuzis de guerra em Cariacica tem presos e armas apreendidas
Operação que investiga fuzis de guerra em Cariacica tem presos e armas apreendidas. Crédito: Polícia Civil

GERENTE DO TRÁFICO COM ARMA DE ALTO PODER DE DESTRUIÇÃO

Durante o cumprimento dos 26 mandados, 13 pessoas foram presas, sendo 3 em flagrante na Região Serrana, 2 na Região Norte e 1 na Região Sul. Já na Grande Vitória, houve 5 detidos e 1 menor apreendido em flagrante, além de um mandado de prisão cumprido pela Superintendência de Polícia interestadual e de Capturas (Supic).

"Entre os presos está um dos gerentes do tráfico de drogas da região, detido com uma arma fogo de alto poder destruição: um revólver Magnum calibre 44. Isso mostra o poder de fogo desse grupo que investigamos. Eles não atuam com armas simples, mas sim com armas grandes, que estamos atrás" disse. 

Ao todo, três armas foram apreendidas, além de uma arma falsa, 125 munições de diversos calibres e drogas. 

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.