ASSINE

Operação policial prende chefe do tráfico de Jaburuna, em Vila Velha

Operaçao Caim, em parceria com as forças de segurança do Estado, visa diminuir o índice de criminalidade em todo o Estado, principalmente de homicídios

Publicado em 17/04/2020 às 20h33
Atualizado em 17/04/2020 às 20h33
Operaçao Caim, da Polícia Civil em parceria com as forças de segurança do Estado, visa diminuir índice de criminalidade em todo o Estado
Operaçao Caim, da Polícia Civil em parceria com as forças de segurança do Estado, visa diminuir índice de criminalidade em todo o Estado. Crédito: Reprodução/PCES

A Polícia Civil realizou na manhã desta sexta-feira (17) a terceira fase da Operação Caim, que visa reduzir em todo o Espírito Santo o índice de criminalidade, em especial os homicídios. De acordo com informações da Polícia Civil, o chefe do tráfico de drogas em Jaburuna, conhecido como Pedro Doido, foi preso. Também foram apreendidas armas, drogas, munições e materiais que eram utilizados no tráfico de drogas.

A operação foi iniciada simultaneamente em todas as regiões do território capixaba, e conta com o apoio da Polícia Militar, da Polícia Rodoviária Federal, do Núcleo de Operações em Transporte Aéreo (Notaer), da Força Nacional, além das guardas municipais de Vitória e Vila Velha, em áreas estratégicas. Ao todo, cerca de 400 agentes estiveram envolvidos na operação.

A Polícia Civl informou que prendeu Pedro Henrique Braga De Freitas Santos, vulgo “Pedro Doido” de 22 anos, que havia fugido da prisão e era considerado o chefe do tráfico do bairro Jaburuna. Com ele, a polícia encontrou um revólver calibre .38 e uma pistola glock calibre 9mm com numeração raspada com um carregador com 10 munições intactas e o outro carregador que estava na mesa com 10 munições intactas.

Pedro
Pedro "Doido", considerado chefe do tráfico em Jabaeté, foi preso na operação. Crédito: Reprodução/PCES

Além disso, foram apreendidos uma bucha grande de maconha, um pino de cocaína, um pote de acido bórico, diversos sacolés utilizados para embalar drogas, um caderno com anotações referentes ao tráfico de drogas, uma balança de precisão e um celular.

MAIS PRISÕES

A Polícia Civil também informou que foram detidos mais seis pessoas, todas com envolvimento no tráfico de drogas. Em Jabaeté, um suspeito de 24 anos, um suspeito de 27 anos e um suspeito de 45 anos foram presos com quatro tabletes de crack, munição de vários calibres,  carregadores de pistola, uma quantia em dinheiro e celulares.

Também em Jabaeté, foi encontrado uma imitação de fuzil AK-47 em uma casa vazia, além de material semelhante a pasta base para produção de cocaína, carregadores de pistola, uma pistola falsa e munições.

No bairro Ilha das Flores, um suspeito de 19 anos foi preso. Com ele, foi encontrado um revólver calibre .32  com seis munições intactas.

No bairro Ibes, foi preso Fernando Oliveira Santos de 29 anos, com mandado de prisão preventiva por roubo.

Já no bairro Divino Espírito Santo, um suspeito foi detido em flagrante com duas unidades de drogas, semelhantes a crack e maconha.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.