ASSINE

Mulher é assassinada a facadas dentro de casa na Serra

Após acionamento de vizinhos, a polícia foi ao local, mas já encontrou a Débora Guedes Bonfim, de 24 anos, morta – com marcas de facadas no pescoço – e os filhos chorando vendo o corpo da mãe. Thiago de Alvarenga Roque, 23, foi autuado por feminicídio

Publicado em 12/03/2021 às 08h16
Débora Guedes e o companheiro Thiago Alvarenga, suspeito do crime
Débora Guedes e o companheiro Thiago Alvarenga, suspeito do crime. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

Uma mulher de 24 anos foi morta a facadas pelo companheiro em Balneário de Carapebus, na Serra. O crime ocorreu pouco antes de meia-noite, nesta quinta-feira (12)e, dentro da casa onde Débora Guedes Bonfim morava com o homem e os dois filhos. Os vizinhos ligaram para a polícia contando que estavam ouvindo os gritos de desespero da vítima. Thiago de Alvarenga Roque, de 23 anos, fugiu do local e depois se apresentou à polícia.

 Segundo apurações do repórter Kaique Dias, da TV Gazeta, Thiago teria fugido para a casa de familiares no Morro do Romão, em Vitória, e depois se apresentou na Delegacia de Homicídios e Proteção às Mulheres (DHPM), no mesmo município, onde foi preso em flagrante.

A polícia informou que vizinhos da vítima acionaram a Polícia Militar após ouvirem gritos vindos da casa onde ela morava com o companheiro e dois filhos. As crianças, de cinco e de dois anos, são fruto de um relacionamento anterior de Débora.

Após a denúncia, os policiais foram até o local. Ao chegarem, já encontraram a mulher morta dentro da residência. Ela tinha marcas de golpes de faca na região do pescoço. De acordo com os policiais que atenderam à ocorrência, os filhos da vítima foram encontrados chorando ao lado do corpo da mãe.

Já o companheiro não estava no local. Um vizinho do casal, que preferiu não se identificar, disse que acordou com os gritos de Débora e presenciou as agressões de Thiago contra a mulher. Segundo ele, momentos depois, o próprio Thiago confessou tê-la matado.

"Eu ouvi dois gritos de socorro e quando desci para ajudar ele gritou para mim 'não precisa descer que eu já matei ela, ela está morta. É só ligar para a polícia'", lembrou o vizinho.

O homem contou que todos estão abalados com a situação. "Até agora estou tremendo, não consegui dormir essa noite. Fui limpar a casa, o sangue que estava lá", disse.

Parentes de Débora, que também preferiram não se identificar, contaram que ela e Thiago haviam se mudado de Vitória para a Serra há cerca de dois meses. De acordo com a Polícia Civil, Thiago foi preso pela DHPM e autuado em flagrante por homicídio qualificado por meio cruel com impossibilidade de defesa da vítima e feminicídio. Ele será encaminhado para o Centro de Triagem de Viana.

Atualização

12 de Março de 2021 às 12:49

Após a publicação desta matéria, a TV Gazeta foi ao local do crime, conversou com testemunhas e conseguiu a identificação da vítima, Débora Guedes Bonfim, de 24 anos, e do companheiro dela, Thiago de Alvarenga Roque, 23, e apurou que Thiago foi preso. As informações foram inseridas no texto.

Com informações de Kaique Dias, da TV Gazeta

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.