ASSINE

Motorista de ônibus reage para não ter celular roubado em Cachoeiro

No coletivo, só estavam o cobrador e o motorista, que entrou em luta corporal com o assaltante para não ter o celular roubado. O criminoso fugiu, levando uma quantia em dinheiro que estava no caixa

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 06/07/2021 às 17h24
Viatura da Polícia Militar
A Polícia Militar realizou buscas, mas não localizou o suspeito do assalto. Crédito: Fernando Madeira

Um motorista de ônibus reagiu a um assalto na noite desta segunda-feira (5) no bairro Tijuca, em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, durante o trabalho. Segundo informações da Polícia Militar, o assaltante levou uma quantia em dinheiro do caixa do coletivo e tentou roubar o celular do motorista.

O caso aconteceu por volta das 21h, quando o ônibus – que faz a linha Tijuca x Centro – saía do bairro Tijuca. Aos militares, o motorista e o cobrador contaram que o suspeito entrou no coletivo e sentou na parte da frente. Pouco tempo depois, o criminoso deu um soco no caixa onde fica o dinheiro, pegando certa quantia.

Segundo a polícia, em seguida o suspeito tentou roubar o celular do motorista. A vítima reagiu e entrou em luta corporal com o assaltante, que fugiu sem levar o telefone. O motorista não soube informar o valor levado do caixa do ônibus. A polícia fez buscas, mas o criminoso não foi localizado. Não havia passageiros no coletivo.

Sobre o caso, a Polícia Civil informou, por nota, que em casos em que não há flagrante, como este, a vítima deve registrar o fato junto à polícia, e só é possível verificar a tramitação através do boletim de ocorrência registrado pela vítima. A corporação "orienta que as vítimas desse tipo de caso registrem a ocorrência, podendo comparecer pessoalmente a uma delegacia ou realizar o registro por meio da Delegacia Online, para que a Polícia Civil tome ciência do caso e inicie as investigações".

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.