ASSINE

Motorista de aplicativo é esfaqueado durante assalto em Vila Velha

A vítima, de 42 anos, foi rendida por três homens e acabou esfaqueada. Os bandidos fugiram levando o celular e o dinheiro do motorista

Publicado em 23/03/2021 às 07h58
Atualizado em 23/03/2021 às 12h24
Viatura da Polícia Civil
Viatura da Polícia Civil. Crédito: Carlos Alberto Silva

Um motorista de aplicativo foi esfaqueado durante um assalto no bairro Aribiri, em Vila Velha. O crime aconteceu por volta das 22h. De acordo com informações da polícia, repassadas para a reportagem da TV Gazeta, a vítima de 42 anos foi rendida por três homens e, durante o assalto, foi esfaqueada. O homem foi socorrido pelo Samu e levado ao Hospital Antônio Bezerra de Faria, também em Vila Velha. Após receber os cuidados, ele teve alta na manhã desta terça-feira (23).

Ainda de acordo com informações da TV Gazeta, o motorista de 42 anos pegou uma corrida com três homens com destino à Rua João Pinheiro da Silva. Ele contou para a polícia que, quando chegou ao local, foi rendido pelos três passageiros. Os assaltantes o imobilizaram e enquanto pediam para que ele desbloqueasse o celular, atingiram o homem com uma facada. Em entrevista à TV Gazeta, o motorista, que não quis se identificar, contou como tudo aconteceu.

"Não foi um anúncio de assalto, quando eu parei o carro um já me travou pelo pescoço, puxaram meu braço para trás, colocaram uma faca no meu pescoço e outro na minha costela. Começaram a pedir o celular e dinheiro, pedindo para desbloquear o celular. Foi aí que o rapaz sentado no banco da frente disse que ia me furar, porque eu não estava conseguindo desbloquear o celular", contou.

Os bandidos fugiram levando o celular e o dinheiro do motorista de aplicativo. Pessoas que estavam na rua ficaram assustadas e fugiram na hora que viram os homens correndo. Depois voltaram para o local, viram o motorista esfaqueado e chamaram o Samu, que levou a vítima para o Hospital Antônio Bezerra de Farias. Ele teve alta na manhã desta terça-feira (23). 

O caso foi registrado no Departamento Especializado de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) como tentativa de latrocínio. A reportagem entrou em contato com a Polícia Civil para mais informações sobre os suspeitos ou se alguém foi preso. A PC informou, por nota, que "o caso foi registrado como tentativa de latrocínio e seguirá sob investigação do Departamento Especializado de Investigações Criminais (DEIC)". E completou que  "outras informações não serão repassadas para que a apuração dos fatos seja preservada".

Com informações de Daniela Carla, da TV Gazeta

Correção

23 de Março de 2021 às 12:22

Após a publicação desta reportagem, a vítima contou à TV Gazeta como foi o crime. Segundo o motorista, ele não reagiu, mas foi esfaqueado enquanto era imobilizado pelos assaltantes. O texto foi alterado. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.