ASSINE

Marido mata mulher a facadas e depois se suicida em Jardim Camburi

O crime aconteceu por volta das 13 horas no condomínio Atlântica Ville; o filho de seis anos teria presenciado o assassinato

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 12/11/2020 às 14h25
Atualizado em 12/11/2020 às 17h52
Edifício Estoril onde o crime foi cometido
Edifício Estoril onde, segundo a polícia, o crime foi cometido. Crédito: Glacieri Carraretto

A dona de casa Renata Augusta Amaral Firme, de 48 anos,  foi morta a facadas pelo marido José Guilherme Firme, 56 anos, por volta de 13 h desta quinta-feira (12), no Condomínio Atlântica Ville, em Jardim Camburi, Vitória. Após o crime, ele  cometeu suicídio.

De acordo com relato de policiais militares, as primeiras informações tratam de que José Guilherme teria esfaqueado a esposa dentro do apartamento, no sexto andar do Edifício Estoril. O filho do casal, de 9 anos, teria presenciado o crime. A perícia da Polícia Civil foi acionada.

Vizinha do casal, Elaine Cristina mostrou-se chocada com a tragédia no condomínio e falou um pouco sobre José Guilherme. "Ele era muito educado. O vi hoje cedo mesmo, me cumprimentou e saiu. No horário do almoço, me ligaram falando que havia se matado. Só depois descobri que tinha matado a esposa", contou ela, acrescentando que não ouviu gritos.

Segundo Elaine, ele estava em fase terminal de câncer no estômago, e a doença já havia se espalhado pelo corpo. "Enfrentava ainda uma depressão. Eu mesma evitei que ele se matasse há dois meses, mas nunca imaginei que fosse matar a Renata."

Renata Augusta Amaral Firme e José Guilherme Firme: tragédia
Renata Augusta  e José Guilherme: tragédia. Crédito: Acervo pessoal

PROCURE AJUDA

Precisa de ajuda? Está angustiado? Precisando conversar? Acione o Centro de Valorização da Vida (CVV) no número 188. O atendimento é gratuito e você não precisa se identificar.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.