ASSINE

Jovem é morto a tiros no meio da rua em bairro de Vila Velha

Moradores contaram que os suspeitos estavam em um carro e chegaram atirando em Vander Furtado Barros, de 22 anos, na rua Mandacaru

Publicado em 29/01/2020 às 11h08
Atualizado em 29/01/2020 às 11h28
Vander Furtado Barros, foi morto a tiros no meio da rua em Dom João Batista, Vila Velha. Crédito: Reprodução/TV Gazeta
Vander Furtado Barros, foi morto a tiros no meio da rua em Dom João Batista, Vila Velha. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

Um jovem foi morto a tiros no meio da rua em Vila Velha. Vander Furtado Barros, tinha 22 anos, e foi morto nesta terça-feira (28), no bairro Dom João Batista. Moradores contaram que os suspeitos estavam em um carro e chegaram atirando em Vander, na rua Mandacaru.

Subinspetor Rusley

Supervisor da Guarda Municipal

"A informação que nós temos é que eles chegaram em um veículo preto, e quatro indivíduos a princípio dentro desse veículo e chegaram atirando na região"

A Guarda Municipal de Vila Velha fazia patrulhamento perto de onde aconteceu o crime e viu toda a correria. Quando os agentes chegaram ao local, viram o corpo do jovem caído. Foram encontradas onze cápsulas no local do crime.

A perícia da Polícia Civil foi acionada e esteve no local do crime, mas os policiais civis não informaram a suspeita do motivo do assassinato. Familiares não conversaram com a imprensa, apesar da quantidade de cápsulas encontradas, a Guarda Municipal contou que foram 26 perfurações no corpo de Vander.

Subinspetor Rusley

Supervisor da Guarda Municipal

"É uma região que a gente já sabe que tem um índice de criminalidade bastante alto, e diante disso, a nossa equipe estava fazendo patrulhamento de área, em uma rua atrás do homicídio"

OUTRO CASO

Tiroteio aconteceu no bairro Dom João Batista, em Vila Velha. Crédito: Reprodução/TV Gazeta
Tiroteio aconteceu no bairro Dom João Batista, em Vila Velha. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

Bem perto do local do crime, foram registradas duas mortes na véspera de Natal. No ano passado, parentes de Alan Fernandes Nunes dos Santos, de 25 anos, e Edgar Nunes Oliveira, de 16, contaram que os primos estavam conversando na porta da casa de um deles, quando dois homens chegaram atirando.

No bairro vizinho, em Aribiri, um homem que trabalhava de alfaiate foi vítima de bala perdida no início do ano. Ele tinha 34 anos e estava voltando de moto do trabalho. Na ocasião, a informação era de que os alvos seriam homens que estavam na frente de uma loja.

Valdemir Rauta passava de moto pela Avenida Jerônimo Monteiro, em Aribiri, quando foi atingido por tiro de bala perdida no peito. Crédito: Acervo pessoal
Valdemir Rauta passava de moto pela Avenida Jerônimo Monteiro, em Aribiri, quando foi atingido por tiro de bala perdida no peito. Crédito: Acervo pessoal

Um dia após a morte dos primos, parentes contaram que os jovens mortos eram enteado e sobrinho de Valdemir. Para a Guarda Municipal, é preciso investigar para saber se todas essas mortes têm relação.

Subinspetor Rusley

Supervisor da Guarda Municipal de Vila Velha

"Isso cabe à Polícia Civil, que é responsável pela investigação. Nessa ocorrência do dia 24 (véspera de Natal), foi a minha equipe que atendeu a primeira ocorrência. Na hora, estávamos fazendo o patrulhamento, justamente por conta disso e por ficar em uma região onde tem o posto de saúde da prefeitura. E naquela oportunidade, constatamos que havia uma pessoa e depois constatamos que haveria uma segunda pessoa. Mas não sabemos se há ligação com esse crime da noite desta terça-feria (29/01). "

A Polícia Civil está investigando o caso, mas até a manhã desta terça-feira ninguém havia sido preso.

Com informações da TV Gazeta

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.