ASSINE

Homem suspeito de estuprar e agredir a enteada de 6 anos é preso em Ecoporanga

O caso de estupro ocorreu na última sexta-feira (14). A prisão foi realizada na manhã deste domingo (16) em uma área de mato no distrito de Córrego do Beirado, no interior da cidade capixaba

Cachoeiro de Itapemirim
Publicado em 16/05/2021 às 12h24
Padrasto que estuprou enteada preso em Ecoporanga
O homem apontado por ter estuprado a enteada de 6 anos estava escondido em um matagal, em Ecoporanga. Crédito: Redes Sociais

O homem de 43 anos, que é suspeito de ter estuprado e agredido a enteada de apenas seis anos na última sexta-feira (14), foi preso na manhã deste domingo (16). Ele estava escondido no meio de um matagal na localidade de Córrego do Beirador, em Ecoporanga, no Noroeste do Estado, quando foi localizado. O caso foi descoberto há dois dias, quando a vítima deu entrada no hospital do municípioA mãe da vítima, uma mulher de 43 anos, foi presa ainda no hospital.

Por meio de nota, a Polícia Militar informou que a prisão ocorreu após denúncias. Os militares encontraram o suspeito em um colchão escondido no meio de um mato. Ele foi encaminhado à 14ª Delegacia Regional de Barra de São Francisco, onde será ouvido e encaminhado ao sistema prisional.

O CASO

Uma criança de apenas seis anos, acompanhada pela mãe, deu entrada em um hospital em Ecoporanga, município ao Norte do Estado, por volta das 2h40 da manhã da última sexta-feira (14), com lesões pelo corpo e crises convulsivas.

Padrasto que estuprou enteada preso em Ecoporanga
Após ser preso, o padrasto foi levado pela Polícia Militar para a delegacia da cidade . Crédito: Redes Sociais

Devido ao grave estado de saúde, a menina foi encaminhada para Barra de São Francisco, onde foi submetida a exames mais detalhados. No hospital, o médico suspeitou que ela tivesse sido vítima de abuso sexual. Os nomes não foram divulgados para preservar a vítima. Segundo a polícia, a criança corre risco de morte.

De acordo com a autoridade de plantão no Departamento de Polícia de Ecoporanga, o autor do crime de estupro de vulnerável é o padrasto da menina. 

A mãe foi presa temporariamente, considerando que não noticiou o fato para a polícia. Segundo a polícia, o suspeito tinha passagem por violência doméstica contra os próprios pais e por envolvimento com drogas. "Durante as buscas onde a família morava, encontramos duas outras crianças na casa, ambas abandonadas. A menor estava bem lesionada, então encaminhamos para o Serviço Médico Legal", acrescentou.

De acordo com moradores da região, na residência onde as crianças foram encontradas também havia uma espingarda. Além disso, devido ao estado de saúde grave, a menina de 6 anos teria sido transferida para o Hospital Infantil, em Vitória.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Ecoporanga Polícia Civil Estupro de vulnerável

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.