ASSINE

Homem morto em bar participou de racha que matou casal em Vila Velha

João Paulo Cesar Rosa, de 30 anos, foi executado a tiros na noite desta quinta-feira (12). Em 2012, ele e outros dois amigos atropelaram e mataram um casal na Rodovia Carlos Lindenberg ao voltarem de um baile funk

Publicado em 13/08/2021 às 13h23
João Paulo, 30 anos, morto em um bar em Cariacica
João Paulo, 30 anos, foi morto em um bar em Cariacica na noite desta quinta-feira (12). Crédito: Reprodução/TV Gazeta

Na noite desta quinta-feira (12), João Paulo Cesar Rosa, de 30 anos, foi morto a tiros enquanto bebia em um bar na companhia de um amigo, no bairro Itaquari, em Cariacica. Era por volta das 20h quando homens encapuzados e armados chegaram a bordo de uma motocicleta, ameaçaram todas as 10 pessoas que estavam no local e dispararam contra a vítima, que tentou correr para se salvar, mas acabou atingida e caiu na rua.

João Paulo era o alvo dos atiradores. Ele chegou a ser socorrido e levado ao Pronto Atendimento de Alto Lage, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Houve pânico, desespero e correria no bar no momento em que a dupla abriu fogo, sendo que os tiros eram direcionados ao homem de 30 anos.

As primeiras investigações, segundo apuração pela reportagem da TV Gazeta, dão conta que João Paulo foi morto devido à disputa pelo controle do tráfico de drogas na região de Alto Lage. Ele foi executado pouco depois que chegou no bar e ter pedido uma cerveja.

Este vídeo pode te interessar

Os tiros foram registrados por moradores próximos ao local da execução, mas com medo ninguém quis falar com a reportagem da TV Gazeta.

PARTICIPAÇÃO EM ACIDENTE COM MORTE

Em outubro de 2012, João Paulo participou de um racha que resultou e um acidente grave, que vitimou um casal na Rodovia Carlos Lindenberg, em Vila Velha. Na época ele chegou a ser considerado foragido da Justiça por este crime.

Cariacica
Na noite desta quinta (12), este bar em Cariacica foi palco de um assassinato. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

Na ocasião, João Paulo e outros dois amigos participavam de um racha pela rodovia após saírem de um baile funk. Na via, com o veículo, eles atropelaram e mataram Maicon Amaral, de 25 anos, e Camila Neto, de 18 anos.

INVESTIGAÇÃO

Em nota, a Polícia Civil informou que o caso seguirá sob investigação da DHPP de Cariacica. Até o momento nenhum suspeito foi detido e outras informações não serão repassadas para que a apuração dos fatos seja preservada. O corpo da vítima foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, para ser liberado para os familiares e para ser feito o exame cadavérico, que apontará a causa da morte.

A PC destaca que a população tem um papel importante nas investigações e pode contribuir com informações de forma anônima através do Disque-Denúncia 181, que também possui um site onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas, o disquedenuncia181.es.gov.br. O anonimato é garantido e todas as informações fornecidas são investigadas.

Com informações de André Falcão, da TV Gazeta

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.