ASSINE

Homem é preso suspeito de assassinato em Vargem Alta

O crime aconteceu neste domingo (18), na localidade de Castelinho. O suspeito foi autuado em flagrante por homicídio qualificado

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 19/07/2021 às 13h11
Vargem Alta, na Região Serrana do Espírito Santo
Vargem Alta, na Região Serrana do Espírito Santo. Crédito: Divulgação/ PMVA

Um homem foi preso em flagrante, neste domingo (18), em Vargem Alta, no Sul do Espírito Santo, suspeito de matar uma pessoa e jogar o corpo no rio, na localidade de Castelinho. O suspeito contou o crime e mostrou os sinais de sangue para um vizinho. Para a polícia, ele confessou que houve um desentendimento com a vítima.

Segundo informações da Polícia Militar, a equipe foi acionada para verificar um corpo já sem vida dentro do rio e, quando os policiais chegaram ao local, constataram o óbito e perceberam sinais de violência. A pessoa que chamou a PM informou que ouviu uma gritaria. Quando foi verificar, o dono da residência confessou que matou uma pessoa.

O morador disse ainda que, no primeiro momento, não acreditou no crime porque o suspeito estava com sinais de embriaguez. Mas, para comprovar, o homem mostrou o cômodo da residência com marcas de sangue e informou que arrastou a vítima até jogá-la no rio. Nesse momento, o vizinho acionou a polícia.

Aos policiais, primeiro o suspeito disse que não sabia de nada, mas depois confessou que houve um desentendimento entre eles. Em seguida, abriu a casa espontaneamente e mostrou o cômodo com marcas de sangue e vidros quebrados. Também havia marcas de sangue na varanda e sinais de que o corpo foi arrastado até o rio, mas à polícia o homem não confessou o crime. A identificação da vítima não foi divulgada pela polícia.

O suspeito, que tem 34 anos, foi conduzido à Delegacia Regional de Cachoeiro de Itapemirim e, de acordo com a Polícia Civil, foi autuado em flagrante por homicídio qualificado. Ele foi encaminhado na manhã desta segunda-feira (19) ao Centro de Detenção Provisória de Cachoeiro de Itapemirim.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Cachoeiro de Itapemirim, para ser liberado para os familiares e para ser feito o exame cadavérico, que apontará a causa da morte.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.