ASSINE

Homem é preso após arremessar peça de trator na mulher em Vila Velha

O caso ocorreu no bairro Jockey de Itaparica. Vítima e agressor trabalham no mesmo local. Vítima precisou de atendimento médico

Tempo de leitura: 2min
Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 30/11/2021 às 12h21
Adriano Maria foi levado para a delegacia depois de agredir a mulher em Vila Velha
Adriano Maria foi levado para a delegacia depois de agredir a mulher em Vila Velha. Crédito: Fabrício Christ

Um homem foi preso em flagrante depois de agredir a mulher com uma peça de um trator nesta segunda-feira (29) no bairro Jockey de Itaparica, em Vila Velha, na Grande Vitória. Nesta terça-feira (30), em audiência de custódia, o suspeito teve a prisão preventiva decretada.

A vítima contou aos policiais militares que ela e o agressor, identificado como Adriano Maria, trabalham no Jockey Clube de Vila Velha. Segundo ela, assim que chegou ao local de trabalho, os dois começaram a discutir.

Alterado, o homem chutou a moto da mulher. Depois, ele pegou um canivete e correu na direção dela.

Os funcionários do Jockey Clube conseguiram desarmar Adriano e conter a agressão. No entanto, o casal voltou a discutir momentos depois.

Este vídeo pode te interessar

Quando a mulher disse que iria ligar para a polícia, o agressor, que trabalha como tratorista no local, ficou nervoso e arremessou um pino de engate de trator na direção dela. O objeto fez um corte na cabeça da vítima.

Os colegas de trabalho da mulher ligaram para o Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes).

A mulher foi encaminhada ao Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE) e foi liberada após atendimento médico.

Já o homem foi levado à delegacia do Plantão Especializado da Mulher (PEM), em Vitória, de onde foi encaminhado ao Centro de Triagem de Viana. De acordo com informações da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), o suspeito não tinha passagens anteriores pelo sistema prisional.

Em audiência de custódia realizada nesta terça-feira (30), a juíza Mariana Lisboa Cruz decretou a conversão da prisão em flagrante em preventiva. Confira trecho da decisão:

"Desta forma, a liberdade do autuado, neste momento, se mostra temerária e a prisão preventiva oportuna, uma vez este em liberdade poderá voltar a cometer atos da mesma natureza, intimidar testemunhas e se evadir do distrito de culpa, estando evidente, em cognição sumária, o periculum libertatis no caso concreto. Ante o exposto, converto a prisão em flagrante em preventiva do autuado".

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.