ASSINE

Homem é preso após agredir esposa e bebê de 2 meses em Cariacica

Segundo a mulher, o marido chegou em casa bêbado e começou a agredi-la. Durante as agressões, o bebê que estava no colo da mãe também acabou atingido por socos. O homem foi preso e o bebê foi internado no Hospital Infantil

Publicado em 18/08/2021 às 08h22
Atualizado em 18/08/2021 às 16h03
Viatura da Polícia Civil do Estado do Espírito Santo
Viatura da Polícia Civil do Estado do Espírito Santo. Crédito: Carlos Alberto Silva

Uma mãe e um bebê de 2 meses foram agredidos com socos pelo pai da criança em Cariacica. O caso aconteceu no bairro Jardim Campo Grande na noite desta terça-feira (17). Após uma vizinha chamar a polícia, o agressor foi preso. A criança precisou ser internada e deve passar por exames para verificar possíveis lesões na cabeça, segundo informações apuradas pela TV Gazeta.

O caso aconteceu por volta das 23h desta terça (17). A mulher, de 31 anos, contou à polícia que o companheiro saiu de casa, voltou embriagado e começou a agredi-la com socos. Ela disse que já tem tempo que sofre agressões do marido.

Pouco tempo depois, uma vizinha chegou à casa do casal pedindo uma bombinha de asma emprestada para o filho. Quando foi atendida pela mulher no portão, a vizinha viu que ela estava toda machucada e, logo que voltou para casa, ligou para a polícia.

O homem, quando viu que a mulher atendeu a porta, ficou ainda mais revoltado, deu muitos socos nela e, o bebê que estava no colo, foi machucado na cabeça com os socos dados pelo próprio pai. A mulher contou ainda que o homem pegou uma faca e disse que iria matar todos. Desesperada, ela correu para a casa da vizinha que já tinha ligado para a polícia.

Quando os policiais chegaram ao local, viram que o homem havia jogado uma pedra na janela da vizinha e tentava entrar na casa pelo buraco feito no vidro. Ele ficou ferido com os estilhaços e acabou preso.

A mãe e o bebê foram socorridos e levados para o Pronto Atendimento de Alto Lage. A mãe passa bem, mas o bebê precisou ficar internado, foi transferido para o Hospital Infantil, em Vitória, onde passa por exames para verificar possíveis lesões na cabeça.

Em nota, a Polícia Militar informou que foi acionada para a ocorrência de Lei Maria da Penha, em Jardim Campo Grande, e que avistou o homem tentando entrar em uma residência pela janela. Ele ainda tentou fugir dos policiais, mas foi contido "bastante alterado" e levado para o Plantão Especializado da Mulher.

"No local, uma mulher se identificou como companheira do indivíduo e relatou que, após o homem chegar em casa, ele tentou agredi-la. Ela disse que não aceitaria mais as agressões e que era para o companheiro pegar as coisas dele e sair da casa. Ela ainda contou que ele jogou um celular na testa dela e a agrediu com socos no rosto. Depois, ele pegou uma faca e a ameaçou de morte", relatou a PM.

Já a Polícia Civil informou que o homem de 33 anos foi conduzido à Delegacia de Plantão da Mulher, onde foi autuado em flagrante pelos crimes de lesão corporal e ameaça, na forma da Lei Maria da Penha, e lesão corporal qualificada, por ter praticado o crime contra o filho de dois meses. Ele será encaminhado ao Centro de Triagem de Viana (CTV).

Com informações de Daniela Carla, da TV Gazeta

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.